Vídeo: idosa é feita refém por assaltante, mas é salva pela PM-RJ

Um assaltante foi morto pela Polícia Militar do Rio de Janeiro depois de roubar a joalheria Barra Joias e fazer uma idosa refém, na manhã desta quarta-feira (5), no centro de Valença, município que fica a 160 km da capital fluminense. Um vídeo que registrou a ação da polícia está sendo amplamente compartilhado nas redes sociais.  

De acordo com as informações da Polícia Civil, o assaltante – que não teve o nome revelado – teria fugido em direção ao Mercado Municipal logo após assaltar a joalheria. No entanto, flagrado pela polícia, o criminoso fez refém uma idosa que andava na rua. As imagens mostram que a senhora ficou assustada com o momento, mas que não reagiu. 

Enquanto estava com a vítima na mira do seu revólver, o assaltante foi abordado por policiais, mas se negou a soltá-la. Nas imagens, é possível notar que o criminoso usa a mulher de escudo, quando um dos policiais se aproxima dele.

Segundo as informações oficiais da Polícia Militar , o assaltante chegou a fazer uma menção de atirar nos policiais e ‘em ato de defesa, os policiais efetuaram o disparo contra ele’. O corpo do criminoso, porém, ficou no local do crime por horas.  

Identificada como Tereza de Jesus Ferreira Sacramento, a senhora envolvida no caso não conhecia o assaltante. Ela recebeu atendimento médico e deve prestar depoimentos nos próximos dias na 91ª Delegacia de Polícia, em Valença .

De acordo com testemunhas, o homem anunciou o assalto na joalheria no mesmo momento em que colocava as joias na mochila. Neste instante, a dona do estabelecimento saiu do local e acionou a polícia. Diante da perseguição policial, o criminoso abordou a senhora que passava na rua, fazendo-a refém.

Nas imagens, é possível notar que os moradores de Valença se sensibilizaram com a situação da idosa . Por diversas vezes, pedestres que estavam no local torceram pela ação policial, pedindo para os policiais atirarem no criminoso. Quando o assaltante caiu ao chão, o público do episódio aplaudiu sua morte e elogiou a Polícia Militar. 

 

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by