“Cartório nega registro da ata eleição de Marcelo Biriba e Banco reconhece nova mesa diretora com gestora das contas corrente” – Afirma Sancler Nininho

 

O vereador Sancler Nininho informou a redação do jornal POVO que o cartório negou registro a ata da Câmara enviada pelo vereador Marcelo Biriba com a eleição da mesa diretora realizada no ano  passado e depois revogada pela maioria dos parlamentares. Sancler  disse ainda que o instituição bancaria que detém a conta corrente da Câmara cancelou o acesso de Marcelo Biriba as contas correntes, cancelando sua senha e token e reconhecendo a mesa eleita em 1º de janeiro como legitima para administrar as contas bancárias.

O vereador disse que as contas correntes da Camara em um saldo de apenas R$ 1 mil e que não a há vestígio dos recursos repassadaos a casa que chegaram a ordem de R$ 5 milhões mo ano de 2018. O vereador disse que o vereador precisa esclarecer porque não pagou os proventos dos vereadores, atrasados desde setembo e o 13º e salario de dezembro dos funcionários , uma vez que indepencente de repasse ou não em dezembro, a câmara já havia recebido dinheiro em  quantia superior a esseas despesas “ conta não fecha e o Biriba não explica

O vereador disse que espera agora que Marcelo Biriba deixe de obstruir o funcionamento da casa e desocupe o gabinete presidencial , onde legitimamente pertence aos eleitos este ano.

O Vereador Sancler disse que tem praticada normalmente os atos administrativo como presidente , já tendo inclusive feito nomeações e exonerações, mas que seguindo orientação do ex presidente, os servidores comissionados exonerados continuam dentro das repartições impedido que os novos designados assumam suas funções “ Trata-se  de uma reação de rebeldia e descumprimento da lei em cadeia. O ex Presidente permanece no gabinete presidencial ignorando os fatos e os ex funcionários comissionados permanecem na casa impedindo o funcionamento da Câmara “ disse

O Vereador Sancler disse que estes ex- servidores poderão responder civil e criminalmente se estiverem assinando documentos processos e praticando toda de rotina administrativa, sem pertencerem aos quadros do legislativo.

Por outro lado o vereador Marcelo Biriba disse que a eleição feita em 1ªº de janeiro é invalida por dois motivos. O 1º porque a resolução que anulou sua reeleição deveria ter recebido 8 votos , ou seja, dois terços e teve apenas 7 e que a sessão extraordinária do dia 1º de janeiro foi ilegal, pois não poderia ter sido convocada pela maioria dos vereadores, uma vez que ele , Presidente não estava ausente

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by