Roberto Carlos , romântico,  antenado e politicamente afiado

Roberto Carlos participou de uma coletiva de imprensa, na tarde d o ultimo domingo (17), para falar sobre o Projeto Emoções em Alto Mar, no navio Costa Favolosa, ancorado no Píer da Praça Mauá. Na ocasião, o cantor de 77 anos conversou com os jornalistas e falou sobre as possibilidade para viver um novo amor. Segundo o artista, existem muitas formas de conhecer alguém e os aplicativos, como o Tinder, podem ajudar bastante. “Olha, sempre existem chances. Seja pelo Tinder, ou passando na rua, entende. Sei lá, são tantos lugares, no navio, enfim (risos). Isso é uma questão de afinidade. Quando a gente olha uma foto e se interessa pela pessoa é legal. É realmente imprevisível isso nos relacionamentos amorosos”, declarou.

 

A coletiva reuniu mais de 200 profissionais de comunicação do Brasil e do mundo e Roberto Carlos respondeu perguntas sobre sua vida, amores, aventuras e de sua bem-sucedida carreira que chega 60 anos em 2019. Vestido rosa, pela primeira vez também falou de politica.

O cantor comentou sobre a cor da camisa usada no evento, que aconteceu no“Estou tentando fugir um pouco do azul porque já estava enjoando, e estou vestindo rosa porque me garanto muito como homem”, disse em alusão à polêmica envolvendo a ministra Damares Alves.

Questionado a respeito da sua opinião sobre a flexibilização do porte de armas, no entanto, ele disse que provavelmente decepcionaria algumas pessoas.

“Acredito que estamos em um guerra e em uma guerra não da pra um andar armado e outro desarmado. Esse é um problema muito sério. Fui criado com meu pai tendo uma arma em casa. Ele guardava com chave que eu não tinha acesso. Mas, à noite, ele tirava da gaveta aquela arma e colocava na cabeceira. Era uma preocupação que ele tinha com qualquer tipo de violência, de invasão à nossa casa. Ele protegia nossa casa dessa forma. Acredito que é uma coisa para ser analisada com muito cuidado porque vivemos em uma guerra que um grupo está armado e o outro desarmado. Os critérios têm que ser muito severos, muito rígidos”, disse.

Falou também da admiração, carinho e amor que tem por Caetano Veloso, a quem classificou como grande amigo, mas fez questão de deixar claro que politicamente estão em lados opostos.                                                                                                                        Roberto Carlos falou da retomada de sua carreira Internacional, com show que realizara m Londres e o Projeto Emoções em Cancun, revelou ainda que pretende gravar este ano um disco em português, outro em Italiano e um terceiro em Espanhol

Filme Sobre Erasmo Carlos

Roberto Carlos também falou sobre o filme “Minha Fama de Mau”, que tem Chay Suede no papel de Erasmo Carlos. “Chay mandou muito bem como protagonista e gostei do filme. Ele me emocionou muito, principalmente a cena do amigo. Estava do lado do Erasmo e chorei para caramba. Só de falar me dá vontade de chorar novamente. O filme é bem feito e a direção é muito boa. Para o meu filme, ainda não decidimos quem será o ator, mas o Gabriel Leone mandou muito bem como Roberto Carlos no longa sobre o Erasmo”, disse o músico que cantou com Marina Ruy Barbosa no especial de fim de ano da TV Globo.

 Jornalistas visitam Navio e participam de jantar com famosos

Após a entrevista os jornalistas tiveram a oportunidade conhecer as instalações do Navio Favolosa, onde acontece todos os anos a edição do Projeto Emoções. A bordo muita gente famosa que ali estavam para tietar o Rei. Paula Toller, Fafi Siqueira, Tais Araújo, Renata Ceribelli, Eri Jhonson, Cristiane Pelagio e o humorista Tom Cavalcante estiveram  a bordo curtindo todas as atrações. Tiago Abravanel também já fez um show neo domingo. Tom Cavalcante  acompanhado da esposa e da filha, o humorista também fará apresentações no navio.

No inicio na noite um bello jantar oferecido a imprensa teve um toque especial ao final, os garçons encenaram um show de dança de musicas caribenhas e latinas.

Um show com direito a Champagne pra brindar o encontro

Para completar a noite magica, Roberto Carlos voltou as 23hs ao palco para fazer o Show que marca tradição. Um baile romântico e emocionante tomou conta com o Rei cantando as melhores musicas de seu repertório ao som de sua banda.

O Show teve um momento italiano, e Roberto a interpretar a canção Champagne – Pepino Di Capri , ofereceu uma taça do espumante deliciosa para os dois mil convidados que estavam na plateia e brindou o belo encontro do ano de 2019, em que ele completa 60 anos de carreira.

Presidente do jornal POVO participa  de toda programação

O Presidente do jornal POVO Rogério Sant´Ana também esteve a bordo do Navio Costa Favolosa acompanhado de sua esposa Jania Bizarelli. Ele participou intensamente da programação, principalmente da entrevista coletiva realizada por Roberto Carlos. Sant´Ana disse ter visto uma artista lucido, consciente e antenada com a realidade e comentou que Roberto respondeu com clarezas todos os questionamentos , inclusive aqueles que poderiam lher deixar em “saia justa”. Considerou sincera e clara a resposta que deu sobre o usio de arma, quando ele disse que “vivemos uma guerra , onde apenas um lado anda armado” e também quando defendeu sua amizade com Caetano Veloso, mas fez questão de se posicionar do lado oposto com relação s questão politica.

Rogério também destacou que o cantor também fez um balanço do projeto Emoções em Alto Mar, que está em sua décima quinta edição e disse  que” Esses quinze anos foram maravilhosos. Esse projeto realmente me dá muito prazer em fazer. Só tenho a agradecer ao público que me prestigia e que me acompanha. Trinta por cento das pessoas que estão aqui já vieram outras vezes. São muito fieis.”

 

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by