Jornal Povo

Segurança que matou jovem asfixiado em mercado não estava armado no momento do crime

Davi Ricardo Moreira Amâncio, segurança que matou asfixiado o jovem Pedro Gonzaga, de 19 anos no supermercado Extra, na Barra da Tijuca, já estava desarmado no momento da morte do rapaz. A informação foi dada pelo RJ1 na tarde desta sexta-feira (15).

Nova imagens das câmeras do Extra no dia do ocorrido mostram que, antes de abordar Pedro, Davi entregou sua arma a um outro segurança identificado como Edmilson Félix. Foram sete minutos de imobilização. Pessoas que estavam presentes no local pediram para que o segurança parasse de aplicar golpe de estrangulamento, já que o rapaz já tinha desmaiado. Foram pelo menos 11 pedidos ao segurança.

Com base nesses dados tirados da versão final do inquérito de investigação do caso, Davi Ricardo será acusado de homicídio com dolo eventual, quando pode haver a intenção de matar, e pode pegar até 30 anos de prisão.

Attention Required! | Cloudflare

Sorry, you have been blocked

You are unable to access jornalpovo.com.br

Why have I been blocked?

This website is using a security service to protect itself from online attacks. The action you just performed triggered the security solution. There are several actions that could trigger this block including submitting a certain word or phrase, a SQL command or malformed data.

What can I do to resolve this?

You can email the site owner to let them know you were blocked. Please include what you were doing when this page came up and the Cloudflare Ray ID found at the bottom of this page.