Segurança que matou jovem asfixiado em mercado não estava armado no momento do crime

Davi Ricardo Moreira Amâncio, segurança que matou asfixiado o jovem Pedro Gonzaga, de 19 anos no supermercado Extra, na Barra da Tijuca, já estava desarmado no momento da morte do rapaz. A informação foi dada pelo RJ1 na tarde desta sexta-feira (15).

Nova imagens das câmeras do Extra no dia do ocorrido mostram que, antes de abordar Pedro, Davi entregou sua arma a um outro segurança identificado como Edmilson Félix. Foram sete minutos de imobilização. Pessoas que estavam presentes no local pediram para que o segurança parasse de aplicar golpe de estrangulamento, já que o rapaz já tinha desmaiado. Foram pelo menos 11 pedidos ao segurança.

Com base nesses dados tirados da versão final do inquérito de investigação do caso, Davi Ricardo será acusado de homicídio com dolo eventual, quando pode haver a intenção de matar, e pode pegar até 30 anos de prisão.

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by