Jornal Povo

Com dois gols no fim, Flamengo vence Athletico e sobre para quinto

O Flamengo, sofreu, mas, no fim, fez o dever de casa, neste domingo, no Maracanã. Pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro, o Rubro-Negro, venceu os reservas do Athletico-PR, em 3 a 2. Gabigol abriu o placar, de pênalti, no primeiro tempo. Na segunda etapa, Marcelo Cirino fez os dois da virada do Furacão e Bruno Henrique e Rodrigo Caio voltaram a deixar o Fla na frente. 

Com o resultado, o time carioca subiu para a quinta colocação no torneio nacional, com dez pontos, encostando na zona de classificação para a Copa Libertadores. Os paranaenses estacionaram em décimo, com sete pontos. 

Equilíbrio inicial
Embalado pelo bom público no Maracanã, o Flamengo começou o jogo em ritmo intenso. Bruno Henrique e Everton Ribeiro tiveram chances nos minutos iniciais. Acuado, o Athletico 

via o rival manter a bola no campo ofensivo. O Furacão conseguiu equilibrar as ações depois dos 15 minutos. Diego Alves fez grandes defesas em chutes de Lucas Halter e Marcelo Cirino. 

Fim do jejum
Com a partida equilibrada, os erros individuais passaram a fazer diferença a favor do Rubro-Negro carioca. Primeiro, Márcio Azevedo saiu errado e Santos precisou fazer um milagre em finalização de Bruno Henrique. Logo foi a vez do ex-vascaíno Madson recuar mal e dar um presente para Gabigol, que invadiu a área sozinho e foi derrubado pelo goleiro atleticano. Depois da confirmação do VAR, o atacante encerrou o jejum de quase um mês com uma cobrança firme no alto. O último gol havia sido no dia 28 de abril, na estreia no Brasileirão contra o Cruzeiro. 

Furacão pressiona e vira
Na volta do intervalo, o Athletico voltou determinado a buscar o empate. O time paranaense pressionou os donos da casa. Aos 18, depois de tabela com Tomás Andrade, Brian achou Marcelo Cirino livre, que só teve o trabalho de tocar para o gol vazio e fazer valer a lei do ex. Minutos depois, Madson, redimindo-se do erro, invadiu a área em velocidade e foi derrubado por Bruno Henrique. Com o auxílio do VAR, o árbitro Daniel Nobre Bins marcou pênalti. Cirino converteu o gol da virada. Xingamentos contra Abel Braga ecoaram no Maraca. 

Nova virada e alívio
O ambiente de festa que predominou no estádio até o primeiro tempo, transformou-se rapidamente para o de revolta, depois da virada do Athletico. O Flamengo buscava o empate de forma desorganizada, sem criar perigo de fato. O vexame, no entanto, foi evitado na base do abafa, nos minutos finais. Everton Ribeiro acertou um cruzamento na medida na segunda trave, e Bruno Henrique voltou a igualar o placar no Maracanã. Nos acréscimos, Rodrigo Caio, de cabeça fez o gol da vitória, após um cruzamento de Renê pela esquerda. Festa e alívio no gramado com os jogadores correndo para abraçar o contestado Abel. 

Attention Required! | Cloudflare

Sorry, you have been blocked

You are unable to access jornalpovo.com.br

Why have I been blocked?

This website is using a security service to protect itself from online attacks. The action you just performed triggered the security solution. There are several actions that could trigger this block including submitting a certain word or phrase, a SQL command or malformed data.

What can I do to resolve this?

You can email the site owner to let them know you were blocked. Please include what you were doing when this page came up and the Cloudflare Ray ID found at the bottom of this page.