Jornal Povo

Comerciante é morto a facadas no Rio após negar aumento a funcionário

Um comerciante foi assassinado a facadas na tarde desta quarta-feira na Zona Norte do Rio. Francisco Bezerra, de 50 anos, era dono de uma lanchonete no Engenho Novo.

Amigos e parentes afirmam que um funcionário o matou porque Francisco lhe negou um aumento. O suspeito começara a trabalhar na loja havia menos de um mês.

O crime aconteceu por volta das 14h30. A loja fica na Praça do Engenho Novo.

“Ele foi morto por uma facada pelo funcionário. Foi um crime brutal, cruel, sem explicação”, contou Ana Maria, outra amiga de Francisco. “Esse assassino tem que pagar pelo que ele fez. É uma dor irreparável”, emendou.

A Polícia Militar isolou a loja, e a Delegacia de Homicídios assumiu a investigação. O nome do suspeito não foi divulgado.

Os amigos lembraram com carinho do comerciante.

“Uma ótima pessoa, incapaz de fazer um mal algum. Só trabalhava. Uma pessoa excelente”, disse José Antônio.

Attention Required! | Cloudflare

Sorry, you have been blocked

You are unable to access jornalpovo.com.br

Why have I been blocked?

This website is using a security service to protect itself from online attacks. The action you just performed triggered the security solution. There are several actions that could trigger this block including submitting a certain word or phrase, a SQL command or malformed data.

What can I do to resolve this?

You can email the site owner to let them know you were blocked. Please include what you were doing when this page came up and the Cloudflare Ray ID found at the bottom of this page.