Bandidos e hackers montam esquema de furto de patinetes elétricos

A Polícia Civil investiga uma nova modalidade de crime no Rio: o furto dos patinetes elétricos que começaram a circular na cidade em dezembro passado. Segundo informações da 21ª DP (Bonsucesso), grupos criminosos descobriram uma maneira de desbloquear o sinal de GPS dos equipamentos, impedindo o monitoramento por parte da empresa responsável. Com isso, os patinetes estão sendo descaracterizados e vendidos pelo preço de R$ 250 cada. A PM também confirma o crime, e informa que ‘a modalidade criminosa está surgindo agora’. De acordo com o delegado Flávio Almeida, titular da 21ª DP, os grupos criminosos atuam ao lado de hackers.

“Há um comércio ilegal em desenvolvimento. O hacker paga R$ 150 ao ladrão, desbloqueia o aplicativo dos patinetes e vende por R$ 250. A prática é recente”, explica o delegado Flávio Almeida, acrescentando que, só nesta semana, houve o registro na delegacia de Bonsucesso de 12 patinetes elétricos apreendidos.

Na segunda-feira, uma operação da Polícia Militar no Complexo da Maré apreendeu drogas, armamento e recuperou seis patinetes elétricos, que foram confirmados pela empresa proprietária como produtos de crime. Na imagem divulgada pela PM é possível constatar que alguns equipamentos foram descaracterizados e customizados para dificultar a identificação.

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by