MPF recomenda medidas para manter as praias de Saquarema limpas durante Mundial de Surfe no RJ

O Ministério Público Federal (MPF) enviou à Prefeitura de Saquarema, na Região dos Lagos do Rio, uma série de recomendações sobre a realização de etapa do Campeonato Mundial de Surfe na cidade, a partir do dia 20 de junho.

O MPF pede, entre outras coisas, que a Prefeitura exija que a organização do evento faça compensações ambientais, principalmente por causa da quantidade de lixo produzida produzido pelo público.

O órgão também quer que o município libere informação transparente para a população de Saquarema sobre os legados da realização do evento na cidade.

Em relação ao comércio, o MPF recomenda que a Prefeitura fiscalize e remova barracas fixas localizadas na Praia da Barrinha, para permitir que as vendas na praia sejam realizadas somente por ambulantes, sem estruturas fixas na areia.

Por fim, a assessoria informa que o MPF pede “que seja proibida a presença de veículos automotores na faixa de areia das praias em geral, principalmente Itaúna, sendo implementadas placas e fiscalização para monitoramento pela Prefeitura”.

O MP deu 30 dias para que a Prefeitura atenda as recomendações, comprovando a adoção das medidas por meio de relatórios e fotografias.

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by