Roubo de veículos tem queda de 58% no município de Mesquita

O roubo de veículos no município de Mesquita despencou 24,6% em maio, em comparação ao mesmo mês do ano passado. No acumulado do ano, no entanto, essa queda já alcança 58%, considerando o período entre janeiro e abril de 2019, em relação aos quatro primeiros meses de 2018. Foram 133 casos, enquanto no mesmo período do ano passado foram observados 320. Este é o menor acumulado desde 2014.

Também tiveram os índices reduzidos os casos de roubos de celulares, furtos a transeuntes e roubos em transportes coletivos. Os números são frutos das ações do 20º Batalhão da Polícia Militar e dos agentes da 53ª Delegacia de Polícia, em conjunto com a Guarda Civil Municipal de Mesquita e a equipe de Transportes e Trânsito do município.

De acordo com as estatísticas de delitos praticados nos meses de abril e maio deste ano, comparados com o mesmo período no ano passado, a queda mais expressiva foi a de redução de roubos de veículos. Houve retração de 69,5% e 24,6%, respectivamente, conforme dados apresentados pelo Instituto de Segurança Pública (ISP) e as forças conveniadas com a prefeitura de Mesquita. O furto a transeuntes caiu 55% em maio, e o roubo, 7,8%. Já o roubo de celular na região que teve aumento de 25% em abril e caiu 9% em maio. O roubo em transportes coletivos, que teve aumento de 19% em abril, despencou 42% em maio. Entretanto, o furto de veículos, que estava em queda, com -11.7% em abril, subiu 33,3% em maio – de 12 para 16 registros.

Na avaliação do diretor de Inteligência da Guarda Municipal, Kleildo Nascimento Conceição, a redução dos índices de criminalidade em Mesquita está sendo alcançada de forma gradual, a partir da integração de dados estatísticos do portal ISP/Cidades, obtido através do convênio firmado em 11 de abril de 2018 entre o governo Jorge Miranda e o Instituto de Segurança Pública (ISP). Em função desse convênio, é feito o mapeamento da mancha criminal – a área onde se registra maior índice de delitos. Com esses dados, se direciona o objetivo, destinando viaturas da Guarda Municipal para regiões de maior incidência criminal. “Isso é feito de forma isolada pela Guarda, através de rondas ostensivas, ou de forma conjunta, em ações repressivas integradas com as forças de segurança estaduais (20º Batalhão e 53ª DP)“, explica Kleildo.

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by