Jornal Povo

Sacolinhas plásticas serão proibidas nos supermercados a partir da próxima quarta-feira no Rio

Os supermercados do Rio de Janeiro estarão proibidos, a partir da próxima quarta-feira, de oferecer sacolas de plástico para seus clientes transportarem mercadorias. A obrigação faz parte de uma lei estadual que obriga as lojas de varejo a substituírem as bolsas plásticas por modelos feitos com material renovável.

A Associação de Supermercados do Estado do Rio de Janeiro disse que apoia a medida, que está capacitando os associados e que entende a necessidade de se adequar à lei. O supermercado que descumprir a nova regra estará sujeito a multa de até R$ 34 mil.

De acordo com a nova lei aprovada na Alerj na última quarta-feira (19), que complementa a antiga lei das sacolas plásticas, cada consumidor pode ganhar no máximo duas sacolas feitas com material mais sustentável. A legislação diz que se o cliente quiser mais, terá que pagar por elas, a preço de custo de R$ 0,08.

Segundo o autor da lei, o deputado Carlos Minc (PSB), a partir do dia 26 as sacolas de origem fóssil, feitas com derivados do petróleo e descartáveis não vão mais fazer parte do dia a dia dos moradores do Estado.

“Vamos ter apenas sacolas feitas majoritariamente de fibras, como cana e milho, que podem ser usadas até 50 vezes, ou seja, reutilizáveis”, explicou Minc.

Os supermercados tiveram um ano para se adaptarem à retirada das sacolas plásticas convencionais. Contudo, como muitos consumidores ainda não se acostumaram à ideia, alguns comerciantes vão continuar fornecendo sacolas que se parecem com as convencionais, mas que são mais sustentáveis. Esse modelo agride menos o meio-ambiente.

Mesmo assim, esse modelo não será definitivo. A ideia final é que apenas o modelo de sacolas do tipo reciclável fique à disposição dos consumidores. Essa sacola definitiva vai ser vendida pelos mercados, poderá ser usada várias vezes e não polui o meio ambiente.

“Eu acho que as sacolinhas realmente, se forem jogadas no ambiente, vão criar um problema. Acho que é uma medida legal, pensando no meio ambiente”, disse o estudante Fabio Araujo.

Attention Required! | Cloudflare

Sorry, you have been blocked

You are unable to access jornalpovo.com.br

Why have I been blocked?

This website is using a security service to protect itself from online attacks. The action you just performed triggered the security solution. There are several actions that could trigger this block including submitting a certain word or phrase, a SQL command or malformed data.

What can I do to resolve this?

You can email the site owner to let them know you were blocked. Please include what you were doing when this page came up and the Cloudflare Ray ID found at the bottom of this page.