Jornal Povo

Flamengo oferece R$ 48 milhões a Pedro por cinco anos de contrato

Não, o Flamengo não desistiu de contratar o centroavante Pedro, de 22 anos, autor de 19 gols em 40 jogos do Fluminense em 2018. A diretoria rubro-negra apenas repete com o jogador do Fluminense a estratégia adotada para chegada do uruguaio De Arrascaeta junto ao Cruzeiro. E também a utilizada para a contratação do atacante Bruno Henrique, do Santos, ambas na virada do ano.

Operações construídas com a frieza e esperteza, como em toda negociação de grande porte. Assim: os dirigentes oferecem aos representantes do jogador, extra-oficialmente, um salário quatro vezes maior para saber do interesse em jogar no Flamengo. E depois procuram o clube detentor dos direitos econômicos para formalizar uma negociação amigável.

Pedro já se deixou seduzir e, como nas ocasiões anteriores, há otimismo nos bastidores do Flamengo. Trocando em miúdos: a boca do artilheiro do Fluminense foi adoçada com a oferta de um salário na faixa dos R$ 800 mil mensais, num contrato por cinco anos.Ou seja: R$ 9,6 milhões por ano, R$ 48 milhões no total, fora premiações e bônus por metas alcançadas – Pedro recebe atualmente em torno de R$ 200 mil.

Ao Fluminense, segundo consta, enviaram proposta de compra de 35% dos direitos econômicos por € 10 milhões – R$ 43,8 milhões no câmbio atual. Como os tricolores possuem 50% dos direitos, os outros 15% garantiriam mais uma quantia em futura negociação para o exterior. Os números da oferta encaminhada ao Fluminense podem não ser exatamente esses em função do pedido de confidencialidade.

Não fosse a rivalidade entre as torcidas e o fato de ter uma diretoria recém-empossada, o negócio seria visto com bons olhos nas Laranjeiras. O CT de Xerém tem produzido ótimos jogadores, os R$ 44 milhões ajustariam as contas, e o clube ainda teria 15% para faturar em negociações futuras. Mas no futebol as relações comerciais obedecem a outros fatores importantes e a diretoria tricolor, reunida neste domingo, decidiu não aceitar a transação.

E foi o próprio presidente Mário Bittencourt quem anunciou que Pedro só sairá para clubes brasileiros com o pagamento da multa rescisória. Pelo menos, dos R$ 110 milhões que o Fluminense tem direito no acordo com o Artsul Futebol Clube, dono da outra metade dos direitos econômicos.

A recusa, porém, não encerra a questão. Pedro é um pedido de Jorge Jesus que o Flamengo quer atender. Por isso, o técnico e o vice de futebol Marcos Braz discutirão a estratégia mais a fundo. O português vê excesso de jogadores em determinadas posições e acha que o clube pode aproveitar a janela para fazer caixa. E investir o dinheiro arrecadado nos 50% de um jovem promissor.

Mas e os outros 50%?, o leitor há de perguntar. A outra metade está em poder do clube da Série B do Estado, cujos proprietários agem como investidores. Seduzi-los com a compra de uma pequena fração e a manutenção de boa parte dos percentuais não seria tarefa desgastante. Pedro é cotado para estar no Mundial do Catar em 2022 e nas projeções do mercado tem potencial para ser vendido pelo dobro do valor investido. É um investimento de risco que Jorge Jesus avaliza sem medo de não dar certo no Flamengo.

Como os portuguêses não costumam fazer mau negócio, o jogador, que já fez cinco jogos pelo Fluminense no Brasileiro, está ansioso pelo desfecho. Mas, a partir de agora, ele terá papel fundamental para o êxito da negociação…

:

Attention Required! | Cloudflare

Sorry, you have been blocked

You are unable to access jornalpovo.com.br

Why have I been blocked?

This website is using a security service to protect itself from online attacks. The action you just performed triggered the security solution. There are several actions that could trigger this block including submitting a certain word or phrase, a SQL command or malformed data.

What can I do to resolve this?

You can email the site owner to let them know you were blocked. Please include what you were doing when this page came up and the Cloudflare Ray ID found at the bottom of this page.