Governo Federal vai atualizar cadastro de pescadores para eliminar fraudes do seguro-defeso

Secretario Nacional de Agricultura e Pesca Jorge Seif Júnior visitou a cidade  de Itaguai para ouvir demanda dos pescadores locais e fez o anúncio da medida.

Por: Hyago Santos

O secretário de Aquicultura e Pesca, Jorge Seif Júnior esteve nesta sexta-feira (12) em Itaguaí, para falar e ouvir demandas dos pescadores daquela localidade. Seif foi no local por causa do compromisso firmado em Brasília com o  ex deputado federal Alexandre Valle, em junho.

O encontro aconteceu na sede da Associação de Pescadores e Lavradores da Ilha da Madeira e contou com a presença de representantes das lideranças da categoria. Jorge Seif falou medidas que já estão sendo colocadas em prática e que tem como objetivo facilitar as condições de trabalho daqueles que vivem da pesca artesanal. Ele ainda enfatizou a importância de acabar com as fraudes do Seguro Defeso, que é a garante de renda aos pescadores artesanais de todo o país durante o período de defeso – meses em que a pesca comercial é proibida em virtude da reprodução dos peixes.

 

“O Governo Federal quer privilegiar os verdadeiros pescadores. É um absurdo que a CGU tenha apontado um índice de 66% de pessoas que nunca pisaram o pé na água estarem recebendo esse benefício”, disse ele.

Jorge Seif disse que já em agosto haverá um recadastro nacional a fim de apontar quem realmente precisa do Seguro Defeso.

“Agora em agosto faremos um trabalho de pesquisa através de confederações, despachantes e associações, para fazer o recadastro nacional dessa atividade. A partir daí faremos cruzamentos no CPF com os bancos de dados no Governo Federal, para pessoas que não vivem da pesca e possuem outra renda não receberem esse seguro através de fraudes”, completou.

Outras autoridades políticas estiveram presentes no encontro. O vereador de Itaguaí, Ivanzinho, está em seu primeiro mandato como parlamentar no município. Ele disse que também irá ajudar os pescadores locais com projetos e indicações.

“Só aqui na Ilha da Madeira há quatro associação de pescadores, que estão esquecidas. Quem vive da pesca artesanal realmente de políticas públicas para garantir seus direitos. Como representante do Poder Legislativo entendo que há uma deficiência muito grande e pouco investimento na área aqui em Itaguaí. Em agosto eu irei a Brasília para pleitear emendas para melhorias da nossa cidade”, disse ele.

O vereador de Mangaratiba Wlad da Pesca é pescador e  criador do da lei que assegura a venda de peixes em seu município, também esteve presente para ouvir o Secretário de Aquicultura e Pesca.

“A palavra de ordem é organizar. Os pescadores precisam se unir para ir em busca de seus direitos. Não só em Itaguaí, mas em todos os lugares. O pescador não pode ter fronteiras. Precisamos mudar essa realidade. Torço para que o secretário de pesca possa fazer essas demandas acontecerem”, disse ele.

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by