Operação tenta prender mais de 40 traficantes em Duque de Caxias

Os mandados são cumpridos principalmente em Corte 8, Parada Angélica e Santa Lúcia. Os acusados respondem por tráfico, associação para o tráfico, roubo e homicídio. A Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) informou que as investigações sobre a quadrilha começaram após a elucidação do assassinato do policial militar Douglas Fontes, ocorrida em junho de 2018 durante um assalto. Na ocasião, a mãe do agente morreu ao ver o corpo do filho.

Quatro suspeitos do crime foram presos um mês depois, na Operação Madre — que ganhou esse nome em homenagem à mãe de Douglas. Um deles é Luiz Philipe Rocha Marins, o Tilu, que teria participação direta na morte do PM. A partir daí, a DHC dentificou vários crimes praticados pela quadrilha em Caxias.

A operação desta quarta é realizada em conjunto com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público, e conta com o apoio da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), da Polícia Civil.

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by