Corpo de menina torturada pelo pai é enterrado no Rio

O corpo de Mel Rhayane Ribeiro Jesus, de 6 anos, foi enterrado na tarde desta segunda-feira (5), por volta das 15h, no cemitério São Francisco Xavier, no Caju, na Zona Norte do Rio de Janeiro.

Mel morreu na última sexta-feira (2) após ter sido torturada pelo pai, Rodrigo Jesus da França, de 25 anos, que confessou o crime. Ele admitiu que deixava a filha amarrada em casa.

A Delegacia de Homicídios da Capital do RJ (DH) prendeu no último sábado o pai e a madrasta da criança, Juliana Mayara Brito da Silva, que negou ter batido na menina, mas foi presa por omissão.

O advogado Pedro Dias, que representa a família materna de Mel, disse que espera que as investigações possam levar à condenação de Rodrigo e Juliana.

“A família vai passar por esse luto e vai buscar na Justiça a condenação, se possível trabalhando como assistente de acusação desse processo, produzindo todo tipo de prova para a condenação”, disse o advogado.

Mel Rhayane morava com o pai e a madrasta na comunidade da Cachoeirinha, no Lins. Vizinhos afirmam que Rodrigo chegou a atirar a filha de uma ribanceira.

Rodrigo e Juliana têm ainda dois filhos: uma de 2 anos e um bebê de 5 meses.

Na sexta-feira, a menina chegou morta ao Hospital Naval Marcílio Dias, no Lins de Vasconcelos, Zona Norte do Rio. As graves lesões chamaram a atenção dos médicos, que acionaram a polícia.

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by