Por falta de vacina, Rio não terá campanha nacional de vacinação gratuita contra raiva

Por falta de doses de vacina antirrábica, o Rio não terá a campanha anual de vacinação gratuita em animais contra a raiva, que acontece em setembro. O Ministério da Saúde, responsável pela distribuição das doses, informou que houve problemas na produção da Vacina Antirrábica Canina (Varc) e que elas serão enviadas ao estado assim a que produção for normalizada, o que está previsto apenas para novembro. Mas, segundo a Subsecretaria de Vigilância Sanitária e Controle de Zoonoses do Rio (Subvisa), responsável pela vacinação nos animais, esse prazo é curto para a viabilização de uma campanha tão grande.

A raiva é uma zoonose que mata, causada por um vírus que acomete mamíferos, inclusive o homem, e é transmitida principalmente por meio da mordida de animais infectados.
A meta da campanha para esse ano era vacinar 500 mil animais. Com ela, em 2017, a prefeitura imunizou 468 mil cães e gatos (um aumento de 550% em relação a 2016), e 442 mil em 2018.
O ministério admitiu que a ação no Rio terá que ser reprogramada. A informação chega ao mesmo tempo em que a Câmara do Rio aprovou a frequência de cães nas areias das praias da cidade, desde que estejam, vacinados e vermifugados. O projeto vai para a sanção do prefeito Marcelo Crivella. Uma dose da vacina em clínicas veterinárias particulares custa a partir de R$ 45. A raiva é uma zoonose que pode matar, se não tratada. O Rio não registra caso em humanos há 33 anos. 
A Subvisa, que imuniza animais contra a raiva o ano todo em seus centros de controle de zoonoses, confirmou que não recebeu novas doses e que o estoque para fazer a imunização em cães e gatos só dura até o fim de setembro. É que o órgão tem um excedente da campanha do ano passado e recebeu dez mil doses há quatro meses do governo do estado. Este ano já foram vacinados pela Subvisa mais de 14 mil cães e gatos. 
De acordo com o Ministério da Saúde, as doses da Varc são entregues entre os meses de julho a setembro, conforme disponibilidade de armazenamento de cada estado. O ministério informou ainda que a campanha será realizada nos estados e nos municípios que registraram casos de raiva em cães, áreas consideradas de maior risco epidemiológico da raiva.

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by