Bolsonaro não passará cargo ao vice-presidente Hamilton Mourão antes de cirurgia
O presidente Jair Bolsonaro já avisou ao vice-presidente Hamilton Mourão que não pretende se licenciar da Presidência e passar o cargo a ele durante o período em que estiver anestesiado para a cirurgia marcada para o próximo domingo (8).

Bolsonaro será operado pela 4º vez após facada no abdômen durante campanha à Presidência, em setembro do ano passado.

O protocolo, inicialmente, previa que o presidente-paciente, deveria se licenciar do cargo no período da anestesia. Hamilton Mourão assumiria a Presidência da República de domingo (8) até quarta-feira (11).

Na cirurgia a que foi submetido no fim de janeiro, para a retirada da bolsa de colostomia, Bolsonaro se licenciou do cargo por 48 horas. Porém, em outra cirurgia, de emergência quando se configurou o quadro de emergência por conta de uma aderência na região da cirurgia, Bolsonaro já não transmitiu o cargo ao vice. É o que acontecerá agora.

Já no início do governo, o presidente Bolsonaro, e particularmente seus filhos, não gostaram da desenvoltura do vice Hamilton Mourão. Ele concedeu seguidas entrevistas, a ponto de o presidente Bolsonaro recomendar ao vice mais cautela, e fazer declaração pública neste sentido.

O caso de transmissão do cargo ao vice que causou maior repercussão foi há muito tempo, quando o então presidente João Figueiredo se afastou do cargo por mais de 30 dias para ser submetido a cirurgia no coração. Na época, assumiu o vice-presidente Aureliano Chaves que adotou agenda intensa de viagens pelo país e muitas audiências a políticos, contrastando com o estilo sisudo de Figueiredo.

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by