Jornal Povo

Nuremberg

Defesa não quer autorizar participação do filho de Flordelis na reconstituição da morte de Anderson do Carmo

Reprodução simulada está marcada para o próximo sábado. A morte do líder religioso completou três meses nesta segunda-feira

 Os advogados de defesa de Flavio Rodrigues dos Santos, filho da deputada Flordelis (PSD), informaram nesta segunda-feira que não devem autorizar a participação de seu cliente na reprodução simulada do assassinato do pastor Anderson do Carmo, marcada para o próximo sábado. Flavio e o irmão adotivo Lucas dos Santos foram indiciados pela morte do pai.

Flavio confessou que matou o padrasto ao atirar seis vezes contra ele. A defesa contesta o depoimento prestado pelo filho da parlamentar alegando que ele só vai se manifestar em juízo.

A morte do líder religioso completou três meses nesta segunda-feira. Nas redes sociais Flordelis se manifestou. “Já se passaram 3 meses que você se foi, meu amor. Que saudade! Cadê você aqui para me proteger nesse momento difícil? Você sempre foi meu guardião! Eu prometo que vou dar continuidade ao seu legado aqui na terra. Te amo, Niel!”

A delegada Bárbara Lomba marcou para as 21 horas do próximo dia 21 de setembro a reconstituição do assassinato do líder religioso. Na última sexta-feira a polícia intimou Flordelis a participar da reprodução.

Anderson do Carmo foi morto na madrugada do dia 16 de junho na garagem de casa, em Pendotiba, Niterói, na Região Metropolitana do Rio. A Polícia Civil está na segunda fase das investigações. A polícia tenta identificar a participação de outras pessoas no crime. Na primeira parte do inquérito, dois filhos da deputada foram presos pela morte do pai.