Jornal Povo

Preso suspeito de matar professora em São Gonçalo

A Delegacia de Divisão de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNSG) prendeu, na noite desta quinta-feira, um suspeito de envolvimento na morte da professora Angélica de Figueiredo Lima, de 42 anos. A educadora foi assassinada após ser agredida dentro de casa, no bairro Rio do Ouro, em São Gonçalo, na noite de segunda.
O suspeito é um barbeiro que, há 20 dias, alugou uma loja próximo à casa de Angélica.  A identificação dele ainda não foi divulgada.
No boné e no short do homem foi encontrado sangue, que foi colhido para exame de DNA. Segundo a especializada, ao prestar depoimento, ele entrou em contradições e não conseguiu explicar algumas perguntas feitas pelos policiais.
O homem estava com a prisão temporária decretada e foi encontrado em Maria Paula, divisa entre Niterói e São Gonçalo. Ele estava em liberdade condicional e tem diversas passagens pela polícia, dentre elas por tentativa de estupro e tentativa de feminicidio, cometido na época em que esse crime ainda era classificado como homicídio.