Jornal Povo

Grajaú-Jacarepaguá, Alto e Niemeyer terão cancelas

[cmsmasters_row data_shortcode_id=”qrhzi6273c” data_padding_bottom_mobile_v=”0″ data_padding_top_mobile_v=”0″ data_padding_bottom_mobile_h=”0″ data_padding_top_mobile_h=”0″ data_padding_bottom_tablet=”0″ data_padding_top_tablet=”0″ data_padding_bottom_laptop=”0″ data_padding_top_laptop=”0″ data_padding_bottom_large=”0″ data_padding_top_large=”0″ data_padding_bottom=”50″ data_padding_top=”0″ data_bg_parallax_ratio=”0.5″ data_bg_size=”cover” data_bg_attachment=”scroll” data_bg_repeat=”no-repeat” data_bg_position=”top center” data_color=”default” data_bot_style=”default” data_top_style=”default” data_padding_right=”3″ data_padding_left=”3″ data_width=”boxed”][cmsmasters_column data_width=”1/1″ data_shortcode_id=”g9d7h8xumq” data_animation_delay=”0″ data_border_style=”default” data_bg_size=”cover” data_bg_attachment=”scroll” data_bg_repeat=”no-repeat” data_bg_position=”top center”][cmsmasters_text shortcode_id=”scadf8r167″ animation_delay=”0″]

A prefeitura, por meio da CET-Rio, pretende instalar, até o fim do verão, cancelas manuais em 19 vias da cidade, para fechamento em dias de temporal. A medida inclui a Autoestrada Grajaú-Jacarepaguá, o Alto da Boa Vista, a Avenida Niemeyer (interditada desde maio, por decisão judicial), e os mergulhões da Barra da Tijuca.

De acordo com o presidente da CET-Rio, Airton Aguiar, as cancelas serão fechadas quando houver volume de 35mm de chuva no período de uma hora. “Isso será informado pelo Centro de Operações e pela Geo-Rio, responsável pelo monitoramento de encostas. Se houver qualquer risco de deslizamento na via, um motoqueiro irá até o local para fechar a cancela e também prevenir a passagem de veículos”, explicou.

Ainda não há data certa para começar a instalação das cancelas e para divulgação da lista de pontos de interdição. “Estamos viabilizando o projeto. Foi um pedido do prefeito Marcelo Crivella e ele já autorizou. Queremos evitar qualquer acidente, essas vias ficam bem perigosas com chuva forte, então não podemos deixar que as pessoas passem”, acrescentou Airton.

Medida precisa de divulgação

Para o especialista em gerenciamento de risco Gustavo Cunha Mello, a medida é boa, mas precisa de ampla divulgação. “É uma solução. Não é definitiva nem ampla, mas ajuda bastante. É preciso uma boa sinalização, acompanhada de sinais luminosos ou sonoros. A população precisa entender o porquê daquela cancela”, ponderou. O presidente da CET-Rio prometeu a colocação de placas de sinalização junto às cancelas.

Outra questão é a manutenção do equipamento: “Não percebemos nos equipamentos públicos manutenção constante. Se for para colocar uma cancela, que daqui a três meses estará quebrada, ela vai deixar de contribuir com a prevenção de acidentes e vai ser apenas um gasto público”, alertou Gustavo Cunha Mello.

[/cmsmasters_text][/cmsmasters_column][/cmsmasters_row]

Attention Required! | Cloudflare

Sorry, you have been blocked

You are unable to access jornalpovo.com.br

Why have I been blocked?

This website is using a security service to protect itself from online attacks. The action you just performed triggered the security solution. There are several actions that could trigger this block including submitting a certain word or phrase, a SQL command or malformed data.

What can I do to resolve this?

You can email the site owner to let them know you were blocked. Please include what you were doing when this page came up and the Cloudflare Ray ID found at the bottom of this page.