Supervia: 17 dos 40 trens voltam a circular no próximo domingo, diz governo

Secretaria de Estado de Transportes (Setrans) garante que, até o próximo domingo (24/11), 17 dos 40 trens retirados de circulação pela SuperVia voltarão a operar no sistema depois que passarem por manutenção de suas caixas de tração. No último dia 18, por recomendação do Consórcio CRRC (responsável pela fabricação das composições), a SuperVia retirou de circulação 40 trens, em decorrência de problemas nas caixas de tração produzidas pela empresa alemã Voith.

De acordo com a secretaria, mais seis composições retornam à frota entre os dias 24/11 e 30/11, totalizando 23 trens. Os 40 trens, após passarem por revisões, deverão estar em plena operação até 17 de janeiro de 2020. Os trens ainda se encontram em período de garantia.

O cronograma foi acertado em reunião ocorrida nesta terça-feira com representantes do Consórcio CRRC, da Central Logística, da SuperVia e da Agetransp. A Setrans determinou ao grupo chinês CRRC que, após os reparos emergenciais, seja feita a substituição das caixas de engrenagem de todos os 70 trens adquiridos na licitação de 2011.

Entenda o caso

O Governo do Estado adquiriu – por meio de financiamento do Banco Mundial — cem trens chineses por meio licitações públicas internacionais, realizadas em 2009 (30 trens) e 2011 (70 trens). As referidas composições, compradas em dois lotes, foram entregues à SuperVia e entraram em operação entre 2012 e 2016.

No segundo semestre de 2016, algumas composições do segundo lote começaram a apresentar falhas nas caixas de engrenagem. Como os problemas aumentaram, s empresas fornecedoras (CRRC e Voith) promoveram um recall da peça. No entanto, em vistorias realizadas recentemente, novas falhas foram identificadas. Em função dessa situação, a SuperVia retirou, na última segunda-feira (18/11), os 40 trens de circulação.

Com essa alteração operacional, alguns intervalos entre os trens foram reajustados: ramais Japeri e Santa Cruz e o trecho entre Gramacho e Saracuruna. Além disso, algumas viagens do ramal Deodoro estão sendo realizadas em trens com quatro carros, e não com oito carros.

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by