Jornal Povo

Alerj discute gratuidade nas passagens para compensar retirada de 40 trens pela Supervia

A possibilidade de gratuidade nas passagens de trens da Supervia para compensar a população pelos transtornos causados pela retirada de 40 trens de circulação é um dos temas que está sendo discutido na Assembleia legislativa do Estado (Alerj) nesta quinta-feira. Deputados, representantes da Supervia, da Agetransp e o secretário estadual de Transportes Delmo Pinho participam de uma audiência para discutir as medidas que serão tomadas para amenizar os impactos aos usuários.

A deputada estadual Enfemeira Rejane (PCdoB) argumentou que a cobrança das passagens deveria ser suspensa até que a Supervia fizesse a regularização do serviço com a reposição da frota de trens.

Sônia Antunes, representante da Supervia, discordou:

– O serviço não deixou ser prestado. Está irregular, mas não creio que a solução seja a gratuidade. Podemos pensar em outras formas de compensação – disse Sônia Antunes.

Está marcada para esta sexta-feira uma reunião entre a Defensoria Pública do estado e a Supervia justamente para discutir formas de compensação para os usuários.

A defensora Patrícia Cardoso, coordenadora do Núcleo de Defesa do Consumidor, disse que uma das propostas pode ser o abatimento na tarifa, que hoje é R$ 4,60.

– Não podemos permitir que 20% da frota sejam retirados sem um planejamento para suprir a demanda. O usuário é sacrificado. São os mais carentes, que ficam duas horas no transporte. Eles não podem enfrentar mais dissabores – disse a defensora.

Por meio de nota, a Secretaria de Estado de Transportes informou que “até o próximo domingo (24/11), 17 dos 40 trens retirados de circulação pela SuperVia retornarão à frota operacional. Os trens estão passando por processo de manutenção de suas caixas de tração e estarão novamente disponíveis para o transporte de passageiros”.

“Mais seis composições estarão retornando à frota entre os dias 24/11 e 30/11, totalizando 23 trens. Os 40 trens, após passarem por revisões, deverão estar em plena operação até 17 de janeiro de 2020. O cronograma de normalização do tráfego ferroviário foi acertado em reunião ocorrida nesta terça-feira (19/11) com representantes do Consórcio CRRC, da Central Logística, da SuperVia e da Agetransp”, informou o órgão no texto.

Attention Required! | Cloudflare

Sorry, you have been blocked

You are unable to access jornalpovo.com.br

Why have I been blocked?

This website is using a security service to protect itself from online attacks. The action you just performed triggered the security solution. There are several actions that could trigger this block including submitting a certain word or phrase, a SQL command or malformed data.

What can I do to resolve this?

You can email the site owner to let them know you were blocked. Please include what you were doing when this page came up and the Cloudflare Ray ID found at the bottom of this page.