Jornal Povo

MPRJ vai analisar informações sobre servidores da Alerj que ganham mais de R$ 18 mil sem comparecer à assembleia com frequência

O Ministério Público do Rio (MPRJ) informou nesta quarta-feira (4) que vai analisar as informações de funcionários da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) que recebem os maiores salários da Casa mas raramente comparecem ao local.

A informação foi veiculada com exclusividade pelo RJ2 na terça-feira (3) sobre os sete servidores. De acordo com a reportagem, alguns funcionários ganham mais que os próprios deputados e outros que moram nos Estados Unidos.

De acordo com o MPRJ, o Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Tutela Coletiva de Defesa da Cidadania (CAO Cidadania/MPRJ) vai distribuir a informação para que seja analisada por uma das oito Promotorias de Justiça de Tutela Coletiva de Defesa da Cidadania com atribuição.

O telejornal tentou encontrar os servidores fantasmas por quase três meses na Alerj. Apesar das várias visitas e centenas de telefonemas, nenhum deles foi encontrado.

Mesmo com todas as denúncias mostradas na reportagem, a Alerj negou que os funcionários das comissões não trabalhem na Casa.

No entanto, a Assembleia afirmou que os casos específicos mostrados na reportagem são de responsabilidade dos deputados, pois eles atestam a frequência dos funcionários de seus gabinetes.

A Alerj ressaltou que, se for comprovado o não exercício da função dentro das normas estabelecidas pela administração da Alerj, os servidores vão responder a processos administrativos, podendo ser exonerados e devolver salários.

Via: G1


Attention Required! | Cloudflare

Sorry, you have been blocked

You are unable to access jornalpovo.com.br

Why have I been blocked?

This website is using a security service to protect itself from online attacks. The action you just performed triggered the security solution. There are several actions that could trigger this block including submitting a certain word or phrase, a SQL command or malformed data.

What can I do to resolve this?

You can email the site owner to let them know you were blocked. Please include what you were doing when this page came up and the Cloudflare Ray ID found at the bottom of this page.