Jornal Povo

Alexandre de Moraes nega liberdade à ‘viúva da Mega-Sena’

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou um pedido de liberdade apresentado por Adriana Ferreira Almeida, conhecida como a “viúva da Mega-Sena”.

Adriana Almeida foi condenada a 20 anos de prisão porque a Justiça entendeu que ela mandou matar o marido René Sena, em 2007, dois anos após ele ter ganhado R$ 52 milhões na Mega-Sena. Eles moravam em Rio Bonito (RJ) – relembre o caso no vídeo mais abaixo.

A defesa de Adriana Almeida contestou a execução provisória da pena e pediu que ela fosse solta com base na decisão do Supremo que derrubou a prisão de condenados em segunda instância.

Relator do caso, Alexandre de Moraes entendeu que a sentença que condenou Adriana não concedeu o direito de recorrer em liberdade e que o entendimento do STF não alcança prisões preventivas.

“Em outras palavras, esta Corte, por maioria, apenas assentou a constitucionalidade do artigo 283 do Código de Processo Penal, não permitindo a prisão em decorrência da prolação do acórdão [decisão] de segunda instância. Entretanto, isso não impediu –nem poderia– a manutenção daqueles presos por força da prisão preventiva, caso dos autos”, concluiu o ministro.

O crime aconteceu no dia 7 de janeiro de 2007, quando René foi executado a tiros na porta de um bar que frequentava em Rio Bonito.

Ex-trabalhador rural, ele ganhou R$ 52 milhões em um sorteio da Mega-Sena em 2005.

De acordo com as investigações e a decisão da Justiça, Adriana foi a mandante do crime e contratou ex-seguranças para matar o marido. As balas acertaram a nuca, a têmpora esquerda, o olho esquerdo e o queixo do milionário.

Via: G1


Attention Required! | Cloudflare

Sorry, you have been blocked

You are unable to access jornalpovo.com.br

Why have I been blocked?

This website is using a security service to protect itself from online attacks. The action you just performed triggered the security solution. There are several actions that could trigger this block including submitting a certain word or phrase, a SQL command or malformed data.

What can I do to resolve this?

You can email the site owner to let them know you were blocked. Please include what you were doing when this page came up and the Cloudflare Ray ID found at the bottom of this page.