Torcedores do Flamengo dão até o sangue para driblar o trabalho na estreia do Mundial

A estreia do Flamengo no Mundial de Clubes está sendo tratada como o jogo mais importantes da equipe no últimos 38 anos. Mas apesar da euforia para o duelo contra o Al-Hilal, da Arábia Saudita, um grande problema pode atrapalhar o torcedor rubro-negro: o horário. Marcada às 14h30, a partida será disputada enquanto muitos estarão em horário comercial, o que pede soluções criativas.

Caso de Luís Henrique, de 19 anos, que trabalha num restaurante em Barra de Guaratiba, Zona Oeste do Rio. Ele irá doar sangue no HemoRio para conseguir o atestado médico necessário e tirar um dia de folga.

— Vi uma galera falando sobre isso e fui pesquisar. A CLT permite que o trabalhador justifique sua ausência do trabalho para doação de sangue uma vez a cada 12 meses — conta.

Teve torcedor que fez o planejamento a longo prazo e já se antecipou no trabalho. Matheus Dias, de 20 anos, preferiu não informar onde trabalha mas disse ter direito a uma folga planejada por mês. Como a final do Mundial cairá no fim de semana, ele escolheu folgar durante a semifinal.

— Sabia que um dos jogos cairia num dia útil, portanto avisei ao meu patrão que no dia desse jogo eu iria pegar a minha folga. Se o Flamengo não fosse para o Mundial, eu não teria como mudar a data. Então, arrisquei — diz Matheus, que pediu a folga antes mesmo da final da Libertadores.

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by