Imagens mostram bombeiro atirando contra a ex no Rio; militar é suspeito de ter raspado o cabelo da filha

O sargento bombeiro Márcio Alves Simas, denunciado por ter raspado o cabelo da filha de 14 anos após tê-la agredido, também é investigado por ter atirado contra a ex-mulher em sua casa em Bento Ribeiro, na Zona Norte do Rio.

Imagens de câmeras de segurança mostram o momento dos disparos, feitos no início deste ano. O Corpo de Bombeiros afirma que determinou a suspensão do porte de arma do militar.

A agressão e as injúrias contra a filha são investigadas pela 30ª DP (Marechal Hermes), assim como o disparo de arma de fogo.

Amanda Soares Santana, de 34 anos, entrou com um pedido de medida protetiva na delegacia. Separada de Márcio há quatro anos, ela disse ao G1 que já havia um histórico de violência durante o relacionamento.

“Ele me agredia, me maltratava”, afirmou. “Ele ameaçou de me matar. Pedi medida protetiva, mas não adiantou”, contou a mãe.

Pelas câmeras de segurança em frente à casa de Amanda, em Bento Ribeiro, é possível ver Márcio chegando de carro ao local às 21h38 do dia 6 de janeiro de 2019. Ele conversa com uma criança no corredor de acesso à casa, quando Amanda chega com o namorado.

Às 21h42, Amanda, o namorado e Márcio discutem em frente à casa. Ele, então, saca sua pistola e atira na direção dos dois. Pelas imagens é possível ver, ainda, o desespero de Amanda, enquanto Márcio procura pela cápsula da bala que disparou.

Procurado, o Corpo de Bombeiros afirmou que foi aberto um processo administrativo disciplinar para apurar a conduta do militar. A Corregedoria Interna do CBMERJ também determinou a suspensão do porte de arma do sargento.

O Corpo de Bombeiros do Rio, em nota, afirmou que “não compactua com atos ilícitos ou que vão de encontro à ética, à moral e aos bons costumes.”

Via: G1

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by