Jornal Povo

Com dívida, frota que recolhe lixo na Zona Oeste do Rio cai a metade

A frota de caminhões que recolhem lixo na Zona Oeste do Rio caiu à metade nesta terça-feira (24).

Na segunda (23), a Colares, uma das empresas responsáveis por fornecer veículos e motoristas para a Comlurb, decidiu paralisar parte dos serviços. A firma serve, com 40 caminhões, as áreas de planejamento de Campo Grande e Santa Cruz, que englobam oito bairros da Zona Oeste.

A TV Globo apurou que apenas 20 caminhões saíram nesta terça. A dívida do município com a empresa chega a R$ 20 milhões.

Ao Bom Dia Rio, funcionários de um condomínio na Estrada do Mendanha, em Campo Grande, afirmaram que apenas a metade do lixo foi recolhida. A outra parte ficou na rua.

O presidente da Comlurb, Paulo Mangueira, anunciou um reforço à frota da Zona Oeste. Mas a TV Globo apurou que apenas quatro veículos foram transferidos.

A dívida com quatro empresas chega a R$ 151 milhões.

Colares: R$ 20 milhõesCS Brasil: R$ 40 milhõesTB Serviços: R$ 25 milhõesLocalix: R$ 10 milhõesCiclus: R$ 56 milhões

A empresa Ciclus, responsável pelo Aterro de Seropédica, esperava receber nesta terça R$ 7 milhões prometidos pela prefeitura, mas recebeu só R$ 3 milhões. A empresa prometeu continuar o serviço com a promessa do pagamento dos outros R$ 4 milhões até o fim da semana. Outros R$ 20 milhões estão prometidos para serem pagos entre os dias 26 e 27 de dezembro.

Na manhã desta segunda-feira, a prefeitura anunciou que quitou todos os salários dos terceirizados que estavam com seus vencimentos atrasados.

Contudo, a TV Globo apurou que a dívida relativa à manutenção dos hospitais, compras de materiais e remédios, além de exames de todas as Organizações Sociais (OSs) chega a R$ 300 milhões.

Parcela do 13º

A prefeitura pagou nesta segunda-feira a segunda parcela do 13º salário de servidores que recebem até R$ 3 mil e dos garis da Comlurb.

A promessa para os demais servidores é de que os valores caiam na conta até sexta-feira (27). Para isso acontecer, a prefeitura prevê receber R$ 485 milhões de verbas extras. Desse valor, R$ 273 milhões dependem de autorização da Justiça.

Situação dos pagamentos:

•servidores que ganham até R$ 3 mil: 13º sendo quitado nesta segunda;

•servidores que ganham acima de R$ 3 mil: 2ª parcela do 13º prometida para sexta (27);

•garis e outros funcionários da Comlurb: 13º sendo quitado nesta segunda;

•empresa de coleta de lixo (Ciclus): acordo de R$ 7 milhões teve R$ 3 milhões pagos, com promessa de pagar os outros R$ 4 milhões até sexta;

•funcionários terceirizados da Saúde: salários quitados (via OSs).

A Prefeitura informou que “com muito esforço vem agindo para arcar com as necessidades da cidade, incluindo os salários dos servidores”.

Em nota, o município ainda lembrou que “adotou medidas para aumentar a receita, como o Programa de Refinanciamento de Débitos (Concilia Rio); a venda de imóveis; e a cessão da Dívida Ativa.

Via: G1

Attention Required! | Cloudflare

Sorry, you have been blocked

You are unable to access jornalpovo.com.br

Why have I been blocked?

This website is using a security service to protect itself from online attacks. The action you just performed triggered the security solution. There are several actions that could trigger this block including submitting a certain word or phrase, a SQL command or malformed data.

What can I do to resolve this?

You can email the site owner to let them know you were blocked. Please include what you were doing when this page came up and the Cloudflare Ray ID found at the bottom of this page.