Mário fala em “cinco a seis reforços encaminhados” no Fluminense e diz que Caio Henrique está “indo para o Grêmio”

A segunda-feira foi de longa coletiva de imprensa de Mário Bittencourt. Ainda sem reforços anunciados no Fluminense, o presidente disse que o clube está próximo de fechar “cinco a seis contratações”. Dentre elas, citou nominalmente Yago Felipe, Caio Paulista e Felippe Cardoso. Por outro lado, admitiu dificuldades em manter Allan e Caio Henrique, destaques da equipe em 2019.

Sobre o lateral-esquerdo, de acordo com Mário, o destino é o Grêmio. Segundo o dirigente, o Atlético de Madrid olha com bons olhos a proposta do clube gaúcho, principalmente por interesse em um jogador do time de Renato Gaúcho, que seria Everton.

– (Caio Henrique) estava emprestado até fim do ano, não havia tipo de opção. Enviamos documentos ao Atlético de Madrid perguntando se havia interesse em emprestar novamente. Eles responderam que poderiam emprestar por 1 milhão de euros, seco, sem opção de compra, sem nada. Respondemos com proposta de 500 mil euros, parcelado. De repente, eles responderam que não tinham mais interesse em emprestar. Fizemos uma proposta de compra, dividindo os direitos em 50/50. Em todo momento havia o interesse do atleta em ficar aqui. E o Deco, empresário, trabalhou bastante para isso. Não tem nada definido. Fizemos um aumento da proposta.

O que recebi é que ele está indo para o Grêmio, que está dando preferência a um jogador que o Atlético tem interesse. Abrimos o leque, para eles olharem opções aqui, mas o Atlético está interessado no jogador do Grêmio , acho que, talvez, seja o Everton.

– Essa é a situação. Não deve ficar. Fizemos todo o esforço. Mas não vou sair da minha linha, seja por questão de gastos ou por questão de compra. Se houver alguma reviravolta, voltamos a conversar com o Atlético. Hoje, nesse momento, a não ser que haja uma reviravolta, damos por encerrado – destacou.

Já sobre Allan, que pertence ao Liverpool, Mário ainda demonstrou ter esperanças durante a coletiva, mas admitiu que a concorrência de um outro clube do Brasil, no caso, o Atlético-MG, dificultava a negociação. Ainda nesta manhã, o Galo encaminhou a contratação do volante.

– O Liverpool disse sim para nós, que tinha interesse em vender. Fiz proposta por 50%, depois respondeu que só tinha interesse em vender 90%. Fiz proposta pelos 90%, e Liverpool disse que podia parcelar em 24 vezes. Fiz a proposta, mas ele disse que chegou um clube para pagar à vista. Aumentei o valor, empatei com o que tem à vista dentro de 20 vezes. Respondeu “não porque tenho à vista”. Fiz uma nova proposta aumentando o valor. Já que estou aumentando o valor geral quero manter parcelamento.

Acho que estou fazendo propostas excelentes, não posso propor à vista porque não temos esse dinheiro em caixa. O Allan ainda estamos em disputa, estamos lutando há um mês pelo jogador para tentar que ele fique aqui .

– Ainda não obtive resposta. Aumentei em 20% a proposta, mas sempre diluída, de 3 milhões de euros. Se deixasse 3 meses de salário atrasado, teria dinheiro para comprar à vista, mas teria salário atrasado e perderia jogadores – disse o presidente.

Mesmo sem anúncios oficiais, Mário afirmou que tem jogadores próximos de acertar com o Fluminense.

– Temos cinco ou seis contratações já bem encaminhadas. Mas tenho uma filosofia de falar em jogador só quando assinar contrato, porque pode haver reviravolta

Ao ser perguntado, porém, sobre a situação de Yago Felipe, Caio Paulista e Felipe Cardoso, admitiu que os três estão próximos de um desfecho positivo para o clube.

– Yago e Caio também (passaram por exames), mas ainda não concluídas as negociações. O Felippe Cardoso também. O Yuri ficou, veio gratuitamente, ficamos com 50%, e o Santos e o Audax com o outro pedaço. O Lucão quem tem tocado é a diretoria executiva, mas a última informação que tive é que estava se encaminhando para outro clube da Primeira Divisão.

Via: Globo Esporte

Facebook Comments

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by