Jornal Povo

Prefeitura promete entregar obras do Sambódromo até dia 10 de fevereiro

Iniciadas há cerca de dois meses, as obras no Sambódromo prometeram ser entregues pela Riotur até o dia 10 de fevereiro. De acordo com a pasta, o cronograma não atrapalhá a realização dos ensaios técnicos, que enfrentam dificuldades pelo terceiro ano consecutivo. A Liga Independente das Escolas de Samba do Rio (Liesa) ainda não definiu se o evento de preparação acontecerá, por conta de patrocínio e pela própria reforma.

“Com o Sambódromo em obras, vamos aguardar uma reunião com a Riotur para um posicionamento oficial. Essas datas nos preocupam, porque é preciso um planejamento”, afirmou Jorge Castanheira, presidente da liga.

“Inicialmente, definimos a data de 26 de janeiro para que os ensaios comecem e contemplem todas as escolas. Mas ainda não sabemos como seria a viabilidade com as obras acontecendo”, acrescentou ele.

Por meio da assessoria, a Riotur destacou que o local estará disponível para a Liesa realizar os ensaios técnicos, que são gratuitos ao público. “Os ensaios não utilizam toda a estrutura. Não comprometeria o fim das obras”, informou.

O órgão adiantou que mais da metade do projeto, com melhorias em iluminação, estrutura e segurança, foi concluído. “A reforma está dentro do cronograma. Já estão adiantadas a recuperação da fachada, construção dos degraus de acesso às arquibancadas, troca de iluminação, entre outros. A maior dificuldade é em relação às medidas de incêndio, pois o Corpo de Bombeiros ainda não deu o aval”. A verba, de R$ 8,1 milhões, foi liberada pelo Ministério do Turismo.

A Liesa, por sua vez, busca apoio de empresas privadas para realizar os ensaios. Em 2018, o evento não aconteceu. No ano passado, foi confirmado menos de um mês antes do Carnaval. “Temos uma empresa interessada em patrocinar, mas não cobre nem de longe o orçamento, estimado em R$ 3,5 milhões. Mas é primeiro preciso definir com a Riotur se os ensaios serão viáveis”, ponderou

Castanheira. Ainda está programado o teste de luz e som na Sapucaí, no dia 16 de fevereiro com a Mangueira, caso as obras fiquem prontas nesse tempo.

Estado acena com verbas de ICMS

Ontem, todos os presidentes das agremiações do Grupo Especial se reuniram com o vice-governador, Cláudio Castro, no Palácio Guanabara. Mas o encontro, de grandes expectativas por anúncios de patrocínio, se tratou de mera formalidade.

Segundo o presidente da Liesa, Jorge Castanheira, o Estado do Rio prometeu que, no momento, vai focar em viabilizar R$ 1,5 milhão para cada escola do Especial, além de R$ 1 milhão para as escolas mirins, por meio da Lei de ICMS. A Light e a Souza Cruz já se mostraram interessadas no patrocínio da festa.

Attention Required! | Cloudflare

Sorry, you have been blocked

You are unable to access jornalpovo.com.br

Why have I been blocked?

This website is using a security service to protect itself from online attacks. The action you just performed triggered the security solution. There are several actions that could trigger this block including submitting a certain word or phrase, a SQL command or malformed data.

What can I do to resolve this?

You can email the site owner to let them know you were blocked. Please include what you were doing when this page came up and the Cloudflare Ray ID found at the bottom of this page.