Foto: Assessoria/Cristian Cesar

Rebeca Costa é uma advogada e influenciadora digital que enfrenta as barreiras do nanismo dentro da sociedade com unhas e dentes. Apesar de enfrentar algumas dificuldades em seu cotidiano a moça ensina em suas redes sociais como deve ser feita a adaptação de roupas comuns para pessoas que tem baixa estatura como ela. 

Rebeca conta que panos maleáveis são melhores para serem adaptados porque a bermuda comum se transforma em calça, assim como as camisetas acabam virando manga longa. E conta que gosta de mangas bufantes, pois nelas consegue colocar um elástico para controlar o tamanho da vestimenta.

 
Foto: Assessoria/Cristian Cesar

Segundo estimativas, no Brasil temos cerca de 20 mil anões, a grande maioria são tratados de forma cômica e isso faz com que a sociedade tenha uma visão distorcida e pensem que não são seres humanos comuns. Rebeca explica que isso é um problema a ser discutido. 

“Temos que conversar sobre isso, mostrar a todos como vivemos e pedir para que nos enxerguem”

Ainda sobre beleza, a moça conta como prefere se maquiar:

“Eu prefiro usar utensílios que tenham cabos maiores e que alcem lugares onde meus braços não conseguem”.

Ela opta por usar alguns itens também adaptados para a manutenção da vaidade que existe em toda mulher. Este é outro ponto a ser ressaltado, no mercado não há muitas marcas que olhem para pessoas com nanismo, conta Rebeca. 

Você pode acompanhar o trabalho, dicas e palestras da jovem menina através de suas redes sociais.  

Facebook Comments

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by