Mais de 60% das casas não possuem ligação e tratamento de esgoto em São Gonçalo, no RJ

Em São Gonçalo, na Região Metropolitana, segundo município mais populoso do Estado do Rio de Janeiro, milhares de pessoas não têm acesso a saneamento básico. A cidade é considerada o oitavo pior município do país no ranking do Instituto Trata Brasil. Mais de 60% das casas não possuem ligação e tratamento de esgoto.

O Rio Marimbondo recebe os resíduos de mais de 50 mil casas do bairro Porto Novo. Ele é um dos afluentes da Baía de Guanabara.

Os moradores confirmam que não possuem acesso ao tratamento adequado de dejetos.

“É isso desse jeito e os hospitais e postos de saúde cheios de pessoas doentes. Nenhuma outra medida de saúde pública é tão impactante para os seres humanos do que a água de qualidade e saneamento básico”, destacou o infectologista Edimilson Migowski.

Ele destacou que os moradores de áreas sem saneamento estão sujeitos a diarreia e a parasitoses intestinais, por exemplo.

Quem vive na região conta que, quando chove, o rio transborda e a água suja invade as casas. Algumas pessoas passaram a viver com os objetos no alto, para evitar que sejam atingidos pela enxurrada.

“A minha casa é suspensa”, afirmou um morador.

Eles afirmam que já pediram ajuda ao poder público, mas ninguém nunca faz nada.

“Toda vez que chove a rua alaga de forma que chega a um metro de altura ou acima, lá no muro. Cobre a vegetação, dependendo da quantidade de água alaga o nosso quintal e fica esse mau cheiro, de esgoto, com mosquitos e muitas doenças”, contou outro cidadão.

Via: G1

Facebook Comments

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by