Jornal Povo

Hudson é apresentado pelo Fluminense e comemora oportunidade: “Não tive dúvidas”

Às vésperas da estreia no Campeonato Carioca, o Fluminense apresentou na tarde desta sexta-feira o seu terceiro reforço para a temporada: Hudson, que já deve jogar contra a Cabofriense no domingo, às 19h (de Brasília), em Bacaxá.

Emprestado pelo São Paulo por um ano, o volante recebeu a camisa 25 das mãos do presidente Mário Bittencourt e, no auditório do CT Carlos Castilho, deu sua primeira entrevista coletiva como jogador do Tricolor carioca. Sobre a oportunidade de atuar pelo clube, o jogador de 31 anos disse não ter tido dúvidas e valorizou o projeto apresentado:

– Oportunidade em um grande clube. Participar de um projeto com pessoas sérias. E também poder ajudar o Fluminense. Quando teve o contato, eu não tive dúvidas. Assim que começou (a negociação), torci para o São Paulo tratar de forma tranquila e foi assim que aconteceu.

O volante também falou sobre suas características e posições em que pode atuar. Hudson se definiu como um “volante moderno”.

– Sou um volante que tenho um desarme e marcação como primeira característica, mas que também chego no ataque. o volante moderno tem que ser assim: fazer muito bem as duas funções, tanto ofensivas, quanto defensivas. Sobre minha posição, sou primeiro ou segundo volante de origem, aí é com o professor Odair. Mas também sei atuar como lateral-direito, se vocês conhecerem minha trajetória, vão saber que já joguei como lateral – destacou.

Antes do fim da coletiva, o presidente Mário Bittencourt também falou com a imprensa sobre a contratação e deu boas-vindas a Hudson, que, como e o diretor executivo Paulo Angioni definiram, tem a “cara” do clube.

– Ele foi muito claro que a chegada dele se deu muito pela vontade dele estar aqui. Na primeira ligação, estava eu e Paulo (Angioni), e ele já falou que se acertasse com o São Paulo, viria para cá. O Paulo fala sempre que tem alguns jogadores que tem a cara do Fluminense. Ele tem essa cara. Tomara que dê tudo certo. Só nesses primeiros dias de convívio, já deu para ver que acertamos na mosca. Já está incorporado com a nossa filosofia – declarou o mandatário.

Confira outros temas abordados na coletiva:

Expectativa

– O que está na minha cabeça é o projeto com o Fluminense. Sei a responsabilidade que é vestir essa camisa, sei que a torcida anseia por vitórias e por brigar lá em cima. E é isso que espero fazer aqui no Fluminense.

Reeditar parceria com Henrique

– Costumo chamar o Henrique de tio. Ele não é tão velho, mas a gente brinca assim. Fomos muito felizes no Cruzeiro, em 2017. É um cara que agrega não só dentro de campo. Flu acertou em cheio nessa contratação. Espero que a gente seja vitorioso assim como em 2017.

Impressão sobre o Rio

– Sou de Juiz de Fora, uma cidade bem perto do Rio. A maioria do pessoal de lá torce para times daqui. Desde pequeno, tive o sonho de jogar num clube carioca. E esse ano pude realizar esse sonho: disputar Carioca, Copa do Brasil… Tenho 31 anos. Acredito que possa melhorar muito ainda. Com a tecnologia, o futebol está evoluindo muito. E acredito essa evolução me ajudou a chegar aqui.

Jogadores experientes no elenco

– Muito bom. Já trabalhei com o Digão, Nenê, já troquei ideia com Muriel… São jogadores importantíssimos. É a espinha do time. Que a gente possa ajudar, dar suporte aos mais jovens. E assim fazer uma equipe muito boa.

Via: Globo Esporte


Attention Required! | Cloudflare

Sorry, you have been blocked

You are unable to access jornalpovo.com.br

Why have I been blocked?

This website is using a security service to protect itself from online attacks. The action you just performed triggered the security solution. There are several actions that could trigger this block including submitting a certain word or phrase, a SQL command or malformed data.

What can I do to resolve this?

You can email the site owner to let them know you were blocked. Please include what you were doing when this page came up and the Cloudflare Ray ID found at the bottom of this page.