Alunos e responsáveis reclamam de problemas para fazer matrícula no site da rede estadual de ensino do RJ

Alunos e responsáveis enfrentaram problemas para acessar o site Matrícula Fácil, para a inscrição na segunda fase de acesso às escolas estaduais. Eles reclamam de instabilidade no sistema. Nesta fase, os 52,5 mil estudantes que não conseguiram vagas nas escolas de preferência vão poder tentar outra vaga em unidades próximas de casa.

Uma estudante que tentou se matricular no Colégio Nave, na Tijuca, na Zona Norte do Rio, mas encontrou problemas.

“Aqui está dizendo que não tem mais vaga. Mas, se não tivesse vaga, não teria para escolher a opção aqui”, explicou a aluna.

Lentidão no sistema também foi uma das reclamações mais frequentes dos estudantes.

A Secretaria Estadual de Educação afirmou que, nas duas primeiras horas de funcionamento do site, dez mil alunos fizeram a inscrição. Sobre os problemas no sistema, que aconteceram entre 8h e 9h, o órgão disse que 35 mil pessoas tentavam acessar o site, o que ocasionou a lentidão.

A secretaria afirma que o site funciona normalmente no começo da tarde desta terça.

Uma das áreas do Rio que mais sofre com vagas é a Zona Oeste. O secretário estadual de Educação, Pedro Fernandes, contou que área recebeu sete novas unidades e que também ampliou o número de vagas em outras escolas.

“São nove Cieps nas regiões mais críticas, como Campo Grande, Pedra de Guaratiba e Jacarepaguá em que estão sendo ampliadas a capacidade de vagas em uma estrutura provisória, pois a licitação da construção das salas definitivas está em andamento”, destacou o secretário.

As estruturas provisórias devem funcionar por, no máximo, seis meses.

A instalação das estruturas provisórias causou protestos no Ciep Mário Quintana, em Campo Grande. Os estudantes são contrários à construção das salas provisórias no pátio. Eles alegam que o espaço é convivência e onde eles fazem atividades culturais.

“O pátio é o nosso lazer. É o que foi pensado para utilizarmos, não para criar salas. O estado quer mudar e fazer uma construção totalmente perigosa para colocar mais 600 alunos num local onde já não tem estrutura para aguentar 1,6 mil”, contou uma estudante.

O secretário afirmou que os locais que vão ganhar as estruturas provisórias têm espaço para isso. No caso do Ciep Mário Quintana, Pedro Fernandes afirmou que há duas quadras cobertas e a rotina será mantida.

Após o cadastro na segunda fase de matrículas, o aluno ou responsável terá dois dias de prazo para confirmar a matrícula diretamente na unidade selecionada.

Os candidatos que se inscreveram na primeira etapa, foram alocados e não confirmaram matrícula entre os dias 6 e 8 de janeiro e os alunos dos ensinos Médioo e Fundamental que não participaram da primeira fase poderão se inscrever a partir do dia 23 de janeiro na segunda fase.

De acordo com o secretário estadual de educação, Pedro Fernandes, 224.486 pessoas se inscreveram na fase de pré-matrícula para as 252.606 vagas disponíveis na rede. Destes, cerca de 172 mil conseguiram ser alocados em uma das três oportunidades selecionadas.

Via: G1


Facebook Comments

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by