Apresentado no Flamengo, Léo Pereira diz estar com “sangue no olho” para título sobre o Athletico

O Flamengo apresentou na tarde desta teça-feira, no Ninho do Urubu, seu último reforço: Léo Pereira, de 24 nos, que estava no Athletico-PR e chega ao clube para suprir a ausência deixada pela saída de Pablo Marí, que foi para o Arsenal, da Inglaterra. Ele assinou contrato até dezembro de 2024.

Léo Pereira disse estar muito motivado com o desafio afirmou já querer defender o Flamengo há algum tempo. Na temporada passada, o clube já havia tentado, sem sucesso, sua contratação.

– É um privilégio muito grande vestir a camisa do Flamengo. É um lugar onde há algum tempo eu queria estar. Não se concretizou em outro momento, mas agora estou feliz. Muitos jogadores vestiram essa camisa 4 e deixaram sua marca. Meu objetivo é conquistar título para esses torcedores. Pude presenciar a festa ontem (contra o Resende) e fiquei arrepiado – disse o zagueiro.

No próximo dia 16, o Flamengo enfrenta o Athletico, ex-clube de Léo Pereira, na decisão da Supercopa do Brasil. O zagueiro afirmou estar com “sangue no olho” para conquistar sua primeira taça.

– Não sei se vou estar em campo ou não contra o Athletico. Espero que o mister me escale e aconteça logo esse enfrentamento. Estou com sangue no olho para dar esse título inédito ao Flamengo.

O Flamengo investiu cerca de 7 milhões de euros (quase R$ 32 milhões) para comprar os direitos econômicos do zagueiro.

Expectativa para vestir a camisa do Flamengo

A ansiedade é grande. Quando soube que poderia vir para o Flamengo, quase passei mal. Chegou a baixar a pressão. Vou dar o meu melhor para o Flamengo vencer os campeonatos que disputar.

Estrutura do Flamengo

É excepcional. Fiquei muito impressionado. A do Athletico é muito boa, mas aqui fiquei muito impressionado. Vou dar meu melhor dentro de campo. Estou ansioso para minha estreia.

Duelo com o ex-clube

Se fizer gol contra o Athletico, claro que vou comemorar. O gol é o grande momento do futebol e merece comemoração. Respeito a equipe que eu estava, sou grato, mas vou comemorar.

Comemoração ano passado contra o Flamengo

Em relação a “cheirinho”, nem me lembro. Eu não fiz. Aqui fui muito bem recepcionado pelos companheiros, principalmente pelo Gabriel, que dividia quarto comigo na seleção. O foco é em jogar.

Imagem do Flamengo

A percepção que eu tinha era de que sempre tínhamos que nos preparar mais do que nós preparávamos para enfrentar outros adversários. Sabíamos da qualidade e do que teríamos pela frente, com muito mais atenção. O Flamengo foi a melhor equipe do Brasil e da América Latina.

Salto na carreira

Com certeza é um salto grande (do Athletico para o Flamengo). Fico feliz porque era o que eu tinha planejando e tinha em mente. Queria estar aqui desde o ano passado, não foi possível, e agora estou aqui vestindo essa camisa gigante.

Pablo Marí

Reconheço o grande trabalho que ele fez e espero fazer também um grande trabalho, ser reconhecido e dar alegrias ao torcedor.

Estilo de jogo do Flamengo

A forma de jogar é parecida com o que fazíamos com o Tiago Nunes, mas nos primeiros treinos aqui já deu para perceber que o ritmo é diferente, a intensidade é grande para sobrar diante dos adversários.

Referências

Minhas referências hoje são o Rodrigo Caio e o Gustavo Henrique, que estão aqui comigo. Meus ídolos são Thiago Silva, Sérgio Ramos, jogadores que estão aí em alto nível há muito tempo

Via: Globo Esporte

Facebook Comments

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by