Polícia prende suspeitos de fraude em transporte por táxis e carros de aplicativo que atuam no Galeão

A Delegacia do Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro deflagrou na quinta-feira (6) uma operação que identificou 13 pessoas que abordavam os passageiros no desembarque nacional e internacional no horário noturno e ofereciam serviços de transporte de passageiros em táxis e motoristas de aplicativo pela prática chamada “tiro na corrida”, ou seja, por preço fechado diferente do tabelado.

Os suspeitos também estariam envolvidos na fraude de valores das corridas nas máquinas de pagamento.

Durante as investigações, os policiais verificaram que a abordagem dos passageiros costuma ser ostensiva e abusiva. Alguns dos envolvidos já são investigados por outros delitos e possuem antecedentes criminais.

Segundo a delegada Tatiana Queiroz, integrantes da quadrilha captam passageiros no saguão do Aeroporto Internacional do Rio e encaminham para taxistas que fraudam a maquininha do cartão de crédito. “Uns fraudam a máquina e outros o valor estipulado com o passageiro”, destacou a delegada.

Mais de três grupos que praticam fraudes já foram identificados. Os envolvidos podem ser enquadrados em crimes contra as relações de consumo quando, se fazendo passar por taxistas ou cooperativas autorizadas, induzem o passageiro ao erro.

Eles também podem ser enquadrados em estelionato, por digitarem na máquina valor diferente do acordado, e crimes contra a economia popular, quando violam tabelas oficiais do serviço.

Fonte: G1

Facebook Comments

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by