Babu Santana, do ‘BBB 20’, vive em casa simples na Ilha da Gigóia, tem dívida de aluguel e conta com ajuda financeira de amigos

Em meio à guerra dos sexos que virou o “BBB 20”, o carioca Babu Santana vem se destacando com discursos sobre igualdade, respeito ao próximo, racismo e até deu uma aula para os homens da casa sobre feminismo, falando da necessidade de as mulheres terem seu lugar de fala. A postura do brother de 40 anos, o mais velho desta edição, cria da favela do Vidigal, vem sendo aplaudida por muitos. Mas Babu pouco falou, até agora, sobre a vida difícil e da luta pela sobrevivência que sempre teve aqui fora.

Numa das declarações que passaram despercebidas pelos telespectadores, ele mandou um seguinte recado: “Dona Rosa, quero pagar o aluguel”. Pai de três filhos, um dos nove famosos convidados para o reality entrou no programa sem um tostão no banco, acumula cada vez mais dívidas, como a do aluguel, citada por ele, e conta com a ajuda de amigos para manter a casa simples onde mora há um ano, na Ilha da Gigóia, na Zona Oeste do Rio.

No imóvel alugado por R$ 1,5 mil, de dois quartos e 70 metros quadrados, vive a atual namorada, um dos seus três filhos e o melhor amigo. Sem dinheiro, a família compra fiado num restaurante ao lado da casa onde mora, e já acumula uma conta de mais de R$ 1 mil. “As dívidas são uma montanha russa. Às vezes, ele ganha bem num trabalho, mas fica meses sem trabalhar”, conta o ator Hugo Gravitol, um dos amigos que tem ajudado financeiramente e que diversas vezes presenciou o ator sofrer por falta de oportunidades.

“Há pouco tempo ele quis fazer um curso de cabeleireiro para ‘não passar fome’. Antes de entrar no ‘Big Brother’, a gente passou necessidade. Ficamos uma semana comendo pão com manteiga no café da manhã, no almoço e no jantar. Só tínhamos dinheiro para comprar 12 pãezinhos e estamos devendo o aluguel”, conta o outro amigo Felipe Botelho, que mora e trabalha com o ator.

Babu sempre viveu uma vida simples. No auge do sucesso, após protagonizar o filme “Tim Maia”, ele chegou a dividir o aluguel de R$ 9 mil reais de uma casa em São Conrado, na Zona Sul, com mais 11 pessoas, que moravam com ele, incluindo a atual namorada e os dois melhores amigos.

Tatiane Melo, a atual, esteve ao lado dele nessas duas fases. “Esses três anos em que estamos juntos foram de muitas lutas. Essa vida artística é de altos e baixos. Nem todo mundo sabe o que a gente passa. Só porque você fez 40 filmes, muitos de graça, novelas, ninguém sabe o que acontece. Tivemos mais momentos difíceis de sobrevivência da arte do que bons”, diz a modelo e atriz alagoana, de 28 anos.

Paizão! Babu com os três filhos, Laura, Carlos e Piná

A grande preocupação de Babu é não deixar faltar nada para os três filhos, Laura, de 17 anos, Carlinhos, de 16, do primeiro casamento do ator, e Piná de 4 (do seu último relacionamento). Paizão, o ator teve uma infância difícil, passou fome e começou a trabalhar cedo numa barraca na Praia de Ipanema. Ainda pequeno, fez faxina no lugar da mãe, que ficou doente. Quando os dois filhos mais velhos nasceram, foi ajudante de obras para comprar leite para as crianças. Babu concluiu o Ensino Médio em formação de professores no colégio Estadual Ignácio Azevedo do Amaral, no Jardim Botânico, e cobra bastante dos filhos que estudem.

O pior momento da vida do artista foi há seis anos, quando ele perdeu a mãe. A empregada doméstica Mirim morreu com diabetes, câncer de mama e esquizofrenia na fase em que o ator estava no processo para viver Tim Maia nos cinemas. “Até hoje, todo o Natal ele chora”, conta a filha Laura, que mora com a mãe em Campo Grande, na Zona Oeste. “Ele entrou numa depressão muito grande”, lembra o amigo.

Os amigos dizem que quem o salvou da depressão foi a atual namorada. “Foi amor à primeira vista. Babu é maravilhoso. Ele é família, de reunir amigos em casa, é muito carinhoso, amoroso. É o homem mais sensível que eu conheci na vida”, elogia Tati.

A namorada e os filhos de Babu Santana

Se ganhar o programa, a família já sabe o que vai fazer com o prêmio: “Ele quer comprar uma casa para cada filho, uma para ele, ajudar o pai, que ainda mora no Vidigal, e adquirir um sítio para reunir os amigos de novo”, diz o filho. “Ele também vai usar parte do dinheiro para reformar o Teatro do Nós do Morro, no Vidigal, onde tudo começou. Será um recomeço”.

Via: Jornal Extra

Facebook Comments

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by