Guga acredita que Rio Open pode ter um brasileiro campeão nos próximos anos

Como acontece desde a primeira edição em 2014, a visita do ex-número 1 do mundo Gustavo Kuerten ao Rio Open apresentado pela Claro deixa o torneio ainda mais especial. Assediado pelos fãs no Jockey Club Brasileiro, o carismático ex-tenista elogiou as campanhas de Thiago Wild, Felipe Meligeni e Thiago Monteiro, e acredita que o ATP 500 pode ter um campeão brasileiro nos próximos anos.

 

“O torneio só cresce, vem se consolidando a cada ano. Acredito que dessa maneira, quem sabe numa décima edição, um brasileiro tenha chances reais de ganhar o torneio daqui”, apostou o tricampeão de Roland Garros, que concedeu entrevista coletiva no evento nesta quarta-feira. “Não que não possa acontecer agora, mas seria mais improvável. Mas vejo que daqui uns anos isso pode se confirmar”.

 

Guga ressalta a importância que o Rio Open tem para os brasileiros. “O torneio faz toda diferença para eles. Foi a porta de entrada para o Thiago Monteiro, em 2016, e agora para o Wild, o Meligeni…Jogar no seu país, com a torcida próxima, ajuda no desenvolvimento deles, a dar confiança para o restante da temporada”, disse o ex-jogador, de 43 anos.

 

Com a experiência de quem alcançou o topo do ranking mundial – o feito completa 20 anos em novembro -, Guga falou sobre as chances do austríaco Dominic Thiem de se aproximar dos três maiores nomes do tênis atual, o sérvio Novak Djokovic, o espanhol Rafael Nadal e o suíço Roger Federer. “Ele está chegando perto, é o maior oponente do Nadal no saibro. Acredito que o Thiem e o Zverev (o alemão Alexander Zverev) são os que têm maior capacidade contra esse trio de galáticos. Acho que no ano que vem essa nova safra começa a ganhar espaço”.

 

INGRESSOS RIO OPEN 2020

 

Os ingressos para a sétima edição do Rio Open apresentado pela Claro podem ser adquiridos no site www.tudus.com.br/rioopen. O torneio começou no dia 15 de fevereiro com o qualifying com entrada gratuita e no dia 17 teve início a chave principal, com a Grande Final acontecendo no dia 23.

 

A programação para a chave principal contará com duas sessões de segunda-feira a quinta-feira: Sessão 1, com início às 16h30; e Sessão Noite, a partir de 19h. Já de sexta-feira a domingo, o torneio terá sessão única. A sessão 1 será composta pelo 1º jogo da Quadra Central e mais todos os jogos das quadras externas. A sessão noite será formada pelos jogos que começam a partir de 19h na Quadra Central, além dos jogos nas quadras externas. Vale destacar que qualquer ingresso dá acesso ao complexo que será montado no Jockey Club Brasileiro, não importa a sessão. A Grande Final será uma atração à parte. Quem garantir o ingresso para a decisão do título de 2020 encontrará ativações únicas e terá o nome gravado no mural do maior torneio de tênis da América do Sul.

 

O tênis é a atração principal, mas também há muitas outras opções de entretenimento, numa estrutura comparável à de grandes eventos do circuito mundial. O Rio Open conta com uma área interativa de aproximadamente 10 mil m², o Leblon Boulevard, que oferece opções de stands, lojas, entretenimento e gastronomia, além das ativações dos patrocinadores com opções para torcedores de todas as idades.

 

Na Praça Rio Open os fãs podem assistir aos jogos em um telão gigante para não perder um ponto sequer. E, seguindo a tendência dos grandes torneios do circuito, o Rio Open tem uma loja de produtos oficiais — a La Boutique. O evento terá ainda um Espaço Arte e performances musicais nos intervalos das partidas.

 

Esportivamente o torneio também é conhecido pelo seu alto nível. É o primeiro ATP World Tour 500 da história do Brasil e integra o seleto grupo de 13 torneios denominados ATP 500, sendo um dos 22 mais importantes do calendário da ATP e único que ocorre no país. Isso o credencia como o maior evento esportivo anual do Rio de Janeiro e um dos únicos torneios ATP 500 de saibro no mundo.

 

SOBRE O RIO OPEN

 

O Rio Open 2020 conta com patrocínio máster da Claro e patrocínio do Santander, Peugeot, HDI Seguros, Mubadala, Emirates, FedEx e Rolex. Também conta com as empresas Shell, ENGIE, Petra, Motorola, Qualicorp, EMS, Booking.com, Ortobom, Microsoft, Melitta, Prosegur, Zetaflex, Shopping Leblon, CopaGaz, Orthopride, Greenpeople, Sextante e Sherwin Williams. A Fila é a responsável pelo material esportivo e a Head é a fornecedora da bola oficial do evento. O Sportv é a emissora oficial do Rio Open e transmite em HD todos jogos da quadra central para o Brasil e mais de 170 países através da ATP Media.

O evento é incentivado pela Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania, através da Lei Federal de Incentivo ao Esporte e também pela Lei Estadual de ICMS do Governo do Rio de Janeiro por meio da Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude.

O Rio Open é uma promoção da IMM com realização do ICT.

Facebook Comments

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by