Prevenção contra coronavírus tira 11 nadadores brasileiros de competição na França

O receio de uma contaminação pelo coronavírus fez a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) cancelar a participação de 11 nadadores da seleção brasileira no Open do Mediterrâneo, que será disputado em Marselha, na França, entre os dias 20 e 22 deste mês.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a França já teve quatro mortese a confirmação de mais de 100 casos da doença, o que a coloca na oitava posição dentre as nações com mais registros, atrás de China, Coreia do Sul, Itália, Irã, Japão, Alemanha e Singapura.

Cortados da competição em Marselha, Marcelo Chierighini, Felipe Lima, João Gomes Júnior, João de Lucca, Pedro Spajari, Gabriel Santos, Breno Correia, Guilherme Guido, Leonardo Santos, André Calvelo e Luiz Altamir mudaram as suas programações e vão focar em treinamentos mais específicos para a seletiva única do Brasil para a Olimpíada de Tóquio 2020. Anunciada nesta terça-feira, a disputa acontecerá entre os dias 20 e 24 de abril, no Maria Lenk, no Rio de Janeiro.

– O coronavírus nos fez cancelar a participação dos brasileiros. Eles vão ficar treinando. Estamos tomando os cuidados necessários para que os nossos atletas não corram risco desnecessários neste momento – comentou o diretor executivo da CBDA, Renato Cordani.

Antes do cancelamento da participação em Marselha, o nadador Guilherme Costa já havia deixado de viajar para a disputa do Troféu Cidade de Milão, neste próximo fim de semana, em Livigno, na Itália, país europeu que mais sofre com o coronavírus.

Outros três nadadores brasileiros também podem ficar fora de uma competição na Europa por conta do coronavírus. Etiene Medeiros, Léo de Deus e Brandonn Almeida estão escalados para a Swim Cup, em Eindhoven, na Holanda, entre 9 e 12 de abril.

Fonte: Globoesporte

Facebook Comments

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by