Funcionários de unidades do Poupa Tempo fazem paralisação por atraso em salários

Três unidades do Poupa Tempo estão sem funcionar desde segunda-feira (2) na Zona Oeste e Baixada Fluminense após funcionários decretarem greve devido a atrasos nos salários.

Segundo o Consórcio Central da Cidadania, o Governo do Estado do Rio deve R$ 6 milhões às unidades de Bangu, Duque de Caxias e São João de Meriti, onde trabalham 350 funcionários.

A paralisação dos serviços no Poupa Tempo implica na retirada de documentos como segunda via de Identidade, de Carteira de Habilitação (CNH), de Trabalho, além do Vale Social, Riocard Escolar e agendamento do Seguro-Desemprego.

A Secretaria de Estado de Trabalho e Renda informou que ‘problemas administrativos impediram o repasse para a administração do consórcio responsável pelas unidades’ e que o pagamento foi feito na terça-feira (3).

Já o consórcio afirmou que o dinheiro só foi entregue na quarta (4), e deve cair em breve nas contas. Além disso, diz que as unidades afetadas vão ser reabertas nesta sexta-feira (6).

Com relação às pessoas agendadas durante os dias de paralisação, a secretaria informou que o SINE reservará alguns dias para atendê-las após a reabertura das unidades. Já o Detran, orienta os não atendidos a retornarem no prazo de 5 dias após o retorno do serviço.

Via: G1

Facebook Comments

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by