Jornal Povo

Bolsonaro reclama de ações ‘excessivas’ contra o coronavírus e diz que MP visa ‘preservar’ empregos

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira (23) que medidas “excessivas” adotadas por governadores para enfrentar a pandemia de coronavírus poderão ter efeito colateral “danoso”.

Segundo o presidente, a medida provisória que permite que contratos de trabalho e salários sejam suspensos por até quatro meses durante o período de calamidade pública é uma forma de “preservar empregos”.

“A vida das pessoas está em primeiro em lugar. Agora, um detalhe: a dose do remédio não pode ser excessiva de modo que o efeito colateral seja mais danoso do que o próprio vírus. Esse é o cerne da questão”, disse Bolsonaro na saída do Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência da República.

O presidente vem criticando governadores nos últimos dias, como o paulista João Doria (PSDB-SP) e o fluminense Wilson Witzel (PSC-RJ), em razão de medidas de distanciamento social, com paralisação de atividades comerciais, por exemplo.

“Ninguém está demitindo ninguém. O que eu reclamo é que tem algumas autoridades que estão ministrando um remédio em excesso, que leva ao desemprego”, afirmou.

Bolsonaro informou que terá duas videoconferências nesta segunda, uma com governadores da região Norte e outra com governadores do Nordeste, para discutir ações contra o coronavírus. Chefes do executivo de outras regiões deverão participar de videoconferências nos próximos dias.

Medida provisória

Sobre a MP editada no domingo, Bolsonaro destacou a possibilidade de colocar funcionários em férias, o que ele considera “melhor do que ser demitido”.

“Flexibiliza mais ainda a CLT, é uma maneira de preservar empregos. Diminui tempo do aviso prévio, permite que se entre em férias agora, que é melhor do que ser demitido, basicamente é por aí essa nossa MP”, disse Bolsonaro.

O presidente disse que não é possível “evitar” os efeitos do coronavírus, já que não existem vacina e remédio. Assim, segundo ele, o governo trabalha para estender a curva de contaminação (diluir no tempo o número de contágios). Nesse período, conforme Bolsonaro, não se pode levar o “pânico” aos brasileiros.

“Nós não temos como evitar os efeitos do coronavírus. Não tem vacina e, por enquanto, ainda não tem tratamento. Nós não podemos levar o pânico para a sociedade, porque o pânico é uma doença também, mais grave que a própria causa do vírus”, disse.

“Estamos fazendo o possível, não dá para ir além do que estamos fazendo”, acrescentou.

‘Novo horizonte’ em semanas

Bolsonaro foi questionado sobre a declaração do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, que defendeu adiar as eleições municipais previstas para outubro desde ano. Para Bolsonaro, o pleito está distante e o país poderá ter um “novo horizonte” no combate à pandemia nas próximas semanas.

“Está muito longe ainda [eleição municipal], acredito que nas próximas semanas brasil começar a ter novo horizonte para essa questão do vírus”, afirmou.

Dívida dos estados

Bolsonaro informou que o governo até pode suspender o pagamento da dívida dos estados com a União, porém é preciso discutir os impactos da medida com o ministro da Economia, Paulo Guedes. O custo poderia chegar a R$ 18 bilhões.


“A gente pode tomar. Pode, mas tem que ouvir o Paulo Guedes, ele que vai dizer na ponta da linha quanto é que custa, não sei quantos bilhões, talvez R$ 18 bilhões, se eu não me engano aqui, custaria essa medida para estender para os demais estados”, disse.

Bolsonaro deu a declaração ao ser questionado sobre a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, que determinou a suspensão por seis meses do pagamento, por parte do estado de São Paulo, de parcelas relativas ao contrato de refinanciamento da dívida com a União.

Moraes atendeu a um pedido apresentado pelo estado de São Paul e determinou na decisão liminar que os recursos que seriam pagos à União sejam destinados à Secretaria de Saúde no combate à pandemia do novo coronavírus. Cada parcela mensal, segundo o governo paulista, tem o valor aproximado de R$ 1,2 bilhão.

Fonte: G1

Attention Required! | Cloudflare

Sorry, you have been blocked

You are unable to access jornalpovo.com.br

Why have I been blocked?

This website is using a security service to protect itself from online attacks. The action you just performed triggered the security solution. There are several actions that could trigger this block including submitting a certain word or phrase, a SQL command or malformed data.

What can I do to resolve this?

You can email the site owner to let them know you were blocked. Please include what you were doing when this page came up and the Cloudflare Ray ID found at the bottom of this page.