Crivella admite que pode ter faltado vacina contra gripe em postos e pede para que não haja ‘corrida’

O prefeito do Rio, Marcelo Crivella (Republicanos), disse que 220 mil pessoas foram vacinadas na segunda-feira (23) contra a gripe comum. Porém, admitiu que durante a manhã de terça (24) pode ter faltado vacinas contra a gripe em alguns pontos do Rio.

“Pode ser que tenha fila em algum outro posto, ou falte vacina, mas a distribuição é feita com muita rapidez”, disse o prefeito.

Crivella afirmou que, por volta das 11h, outras 300 mil vacinas chegariam aos postos. A TV Globo apurou que faltaram vacinas nos seguintes postos:

  • Cms Marcolino Candau
  • Centro Municipal de Saúde Doutor Nascimento Gurgel
  • Centro Municipal de Saúde Alice Toledo Tibiriçá
  • Centro Municipal de Saúde Waldyr Franco

Crivella lembrou que a vacina contra a gripe não previne a contaminação pelo novo coronavírus.

“A gente pede também às pessoas para que não corram no mesmo dia tomar. As pessoas acreditam que tomando a vacina da influenza vão se proteger do Corona. Criou-se esse mito”, pontuou.

Aos 65 anos, Seu Niklos levou a mãe de 92 para a vacinação. Acabou presenciando confusão e até briga.

Em um posto na Tijuca, os idosos fizeram fila e conseguiram manter a distância de um metro e meio entre as pessoas.

As vacinas acabaram nos postos de oito municípios e Região Metropolitana. A Secretaria Estadual de Saúde disse que as doses vão chegar durante a campanha

Vacina em casa

A secretária de saúde, Ana Beatriz Busch, também faz o apelo para que as pessoas não tenham pressa em se vacinar.

A vacina contra a gripe comum não serve para o coronavírus, mas vai ajudar a diminuir o número de pacientes em hospitais.

No entanto, com as pessoas aglomeradas em filas, aqueles que estão tentando se preservar podem acabar ficando doentes.

Uma medida para evitar as filas foi anunciada na segunda: a vacina em casa. Médicos e enfermeiros vão poder retirar de 10 a 50 doses para vacinar parentes, amigos e vizinhos. 

O projeto deve começar na Barra da Tijuca e seguir para a Zona Sul.

“Tenho certeza de que esse projeto dos médicos e enfermeiros levarem vacina para seus familiares, vizinhos e consultórios vai facilitar e muito essa distribuição. Peço novamente que não procurem os postos de saúde imediatamente. Aguardem!”, diz a secretária.

Facebook Comments

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by