Instituições do comércio de Nova Iguaçu pedem a reabertura das lojas

Em ofício enviado ao prefeito da cidade, Rogério Lisboa, presidentes das três instituições representativas do comércio de Nova Iguaçu; Cláudio Rosemberg, CDL-NI; Renato Jardim, ACINI e Antonio Alpino, SINCOVANI pediram a reabertura imediata dos estabelecimentos que geram, renda e uma arrecadação de, simplesmente 70% dos tributos direcionados aos cofres do município, segundo aos números da última pesquisa realizada pelas próprias entidades.

O pedido foi feito baseado na medida provisória 926/2020 que repassa para o município o poder de decidir sobre a abertura, ou não, dos estabelecimentos comerciais após o período de quarentena, que no caso vence dia 31 de março. Além da falência múltipla de todos os órgãos comerciais da cidade, são observados e considerados a geração de desempregados que existirão com o fechamento definitivo das lojas do comércio da cidade de Nova Iguaçu.

Segundo o presidente da CDL de Nova Iguaçu, Claudio Rosemberg, o pedido é pertinente e calçado pelo recente pedido do Ministro do Supremo Tribunal Federal, Marco Aurério. “Não seremos irresponsáveis com nossa população. Medidas serão tomadas para impedir a proliferação desse vírus que apareceu para destruir a esperança de quem cultiva o trabalho há décadas. Com fé em Deus e os devidos cuidados venceremos mais essa crise.” Desabafou.

Para impedir que o risco de contágio pelo novo Coronavírus aconteça, as instituições vão trabalhar junto com a prefeitura na retomada das atividades comerciais da cidade de Nova Iguaçu. Os estabelecimentos terão que seguir todos os procedimentos necessários. Higienização nas lojas serão cobradas, além do isolamento das pessoas que fazem parte do grupo iminente de risco: idosos, imunodeficientes e, lógico, pessoas infectadas

Facebook Comments

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by