ALERTA: ‘Não temos leitos para todos’, diz médico sobre combate ao coronavírus

O médico Felipe Saddy reforça que o objetivo do isolamento social é evitar sobrecarregar os hospitais.


"Não temos leitos para todos", diz médico sobre combate ao coronavírus

“Não temos leitos para todos”, diz médico sobre combate ao coronavírus

O médico intensivista, Felipe Saddy, afirmou neste domingo (29) que o Brasil não tem leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTIs) para toda a população e que o objetivo do isolamento social é não sobrecarregar os hospitais.

“Os leitos de terapia intensiva são finitos. Nós não temos leitos para todos. Então, a ideia do isolamento é manter as pessoas longe dos hospitais”, afirmou.

Segundo ele, apesar de haver os grupos de riscos, não é possível saber com precisão quais pessoas vão evoluir melhor ou pior em relação à doença. “O idoso, normalmente, evolui pior. O obeso evolui pior. O hipertenso evolui pior. Aqueles pacientes que têm outras comorbidades evoluem pior”, disse Saddy.

“Mas que eu gostaria de dar alguns exemplos para vocês. Eu tenho pacientes hoje internados na UTI com idades que variam de 39 anos a 91 anos. Ou seja, todo mundo. Não é brincadeira. Essa doença é imprevisível. É agressiva. Todos nós temos alguém perto de nós que ficaram ou estão doentes”, complementou o médico.

Rio registra mais quatro mortes por coronavírus e o total no estado sobe para 17.

O número de mortes causadas pelo novo coronavírus no Rio de Janeiro aumentou para 17 de acordo com o último boletim divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde, quatro a mais que a divulgação do dia anterior. Foram registrados, até este domingo, 600 casos da Covid-19 no estado do Rio de Janeiro.

As vítimas adicionais são três homens de 64, 72 e 86 anos; e uma mulher de 78 anos. Todos eram residentes da cidade do Rio. A SES informa ainda que há outros 47 óbitos em investigação.

Todos os 11 homens e seis mulheres vítimas de coronavírus confirmados no estado do Rio eram idosos ou apresentavam comorbidades, sendo classificados como grupo de risco para a Covid-19.

Foram registradas 13 mortes confirmadas por coronavírus na cidade do Rio (cinco mulheres e oito homens), uma em Miguel Pereira (mulher), uma em Niterói, Petrópolis e Volta Redonda (homens).

Os casos confirmados da Covid-19 em pacientes estão distribuídos da seguinte maneira:

Rio de Janeiro – 516

Niterói – 39

Volta Redonda – 11

São Gonçalo – 6

Duque de Caxias – 5

Petrópolis – 4

Itaboraí – 3

Nova Iguaçu – 3

Belford Roxo – 2

Rio das Ostras – 2

Barra Mansa – 1

Campos dos Goytacazes – 1

Guapimirim – 1

Mangaratiba – 1

Maricá – 1

Miguel Pereira – 1

Resende – 1

Seropédica – 1

Valença – 1

Fonte: Google.

Por: Arinos Jornalista

Facebook Comments

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by