Casos de violência doméstica  e contra a mulher crescem em 50%  durante isolamento do Coronavírus
  • Quem Cala Consente / Jania BIzarelli
  • Um dado triste, revoltante e estarrecedor foi revelado essa semana em nosso estado pelo Tribunal de Justiça

. A Justiça do Rio de Janeiro registrou um aumento de 50% nos casos de violência doméstica durante o período de confinamento para evitar a disseminação do novo coronavírus.

È isso mesmo, desde que as pessoas começaram a passar mais tempo em casa para prevenir a infecção por coronavírus, mais mulheres estão noticiando casos de violência que sofreram ou presenciaram

O movimento no Plantão Judiciário, inclusive, surpreendeu as autoridades. A maioria das pessoas que buscaram ajuda da Justiça é de mulheres vítimas de violência.

A rotina diária dentro de casa, vivida por muitas mulheres, que mesmo fora da Pandemia do Corona vírus, vive 80% do seu tempo se dedicando aos afazeres domestico, de cuidar da casa, filhos e ainda deixar tudo organizado ao fim do dia para receber seus maridos,, não tem sido suportada por homens que estão descontando seu estresse com agressões a suas mulheres.

Em um contexto de emergência, aumentam os riscos de violência contra mulheres e meninas, especialmente a violência doméstica, aumentam devido ao aumento das tensões em casa e também podem aumentar o isolamento das mulheres. As sobreviventes da violência podem enfrentar obstáculos adicionais para fugir de situações violentas ou acessar ordens de proteção que salvam vidas ou serviços essenciais devido a fatores como  como restrições ao movimento em quarentena

Não podemos nos calar diante de situações como essa. Ligue 180 em casos de violência doméstica contra mulheres e 100 em casos de violência e maus-tratos contra idosos, menores de idade, pessoas com deficiência, moradores de rua, grupos étnicos e migrantes ou refugiados.

Facebook Comments

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by