Jornal Povo

‘Prudência no momento é fundamental’, diz Moro sobre coronavírus

O ministro da Justiça, Sergio Moro, compartilhou em uma rede social um artigo do ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), a favor de que juízes ouçam a ciência neste momento de pandemia de coronavírus. Na postagem, Moro escreveu: “Prudência no momento é fundamental”.

O artigo de Fux foi publicado na segunda-feira (30) no jornal “O Globo”. A determinação de seguir as orientações da ciência vem sendo continuamente repetida pelo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

“É hora de ouvir a Ciência, como bem destacou o ministro da Saúde há pouco, em entrevista marcada pela excelência de seu conhecimento e atuação, no noticiário vigilante da GloboNews”, escreveu Fux.

“Essa conclamação se estende aos juízes e juízas do Brasil. Ora, se se exige do homem médio ouvir e respeitar a Ciência, com mais razão assim devem proceder os magistrados, dos quais se exigem soluções razoáveis diante do quadro excepcional!”, continuou o ministro do STF.

Ao compartilhar o texto do ministro, Moro destacou uma frase do autor: “Está na ordem do dia a virtude passiva dos juízes e a humildade judicial de reconhecer, em muitos casos, a ausência de expertise em relação à Covid-19”.

O ministro da Justiça, Sérgio Moro — Foto: Reprodução/GloboNews
O ministro da Justiça, Sérgio Moro — Foto: Reprodução/GloboNews

Uma das principais orientações de especialistas da área de Saúde é para a população manter o isolamento social para diminuir o alastramento do vírus. Moro já havia se manifestado, também em suas redes sociais, a favor do isolamento social.

Em 21 de março, ele escreveu: “Segurança pública não pode parar, mas muita gente pode. Se você puder fique em casa.”

Ao contrário da maioria das autoridades, o presidente Jair Bolsonaro critica o isolamento social de toda a população e defende uma flexibilização nas medidas restritivas impostas por governadores de todo o país, como fechamento temporário do comércio e suspensão das aulas.

Força Nacional na Saúde

Nesta terça-feira (31), Moro autorizou a o emprego da Força Nacional de Segurança Pública para dar apoio ao Ministério da Saúde nas ações de combate ao novo coronavírus.

A decisão sobre o emprego da Força Nacional foi publicada em edição extra do “Diário Oficial da União”, vale até o dia 28 de maio, pode ser prorrogada e ficará a cargo do Ministério da Justiça em acordo com os estados ou municípios.

Autorizações para o uso da Força Nacional já foram concedidas por Moro em ocasiões como durante onda de ataques a ônibus e prédios públicos no Ceará no início do ano passado, no combate às queimadas na Amazônia e em ações em terras indígenas do Maranhão, após caciques serem assassinados.

A medida tem como objetivo, por exemplo:

  • dar auxílio a profissionais de saúde nos atendimentos relacionados ao novo coronavírus
  • dar segurança no funcionamento de centros de saúde (hospitais, UPAs, etc)
  • garantir segurança na distribuição e armazenamento de itens médicos, farmacêuticos, alimentícios e de higiene
  • garantia da segurança e auxílio no controle sanitário realizado em portos, aeroportos, rodovias e centros urbanos

Fonte: G1

Attention Required! | Cloudflare

Sorry, you have been blocked

You are unable to access jornalpovo.com.br

Why have I been blocked?

This website is using a security service to protect itself from online attacks. The action you just performed triggered the security solution. There are several actions that could trigger this block including submitting a certain word or phrase, a SQL command or malformed data.

What can I do to resolve this?

You can email the site owner to let them know you were blocked. Please include what you were doing when this page came up and the Cloudflare Ray ID found at the bottom of this page.