Jornal Povo

Preso homem de 34 anos que estuprou e engravidou a enteada de 10

Policiais da 48ª DP (Seropédica) prenderam, nesta quinta-feira, um homem de 34 anos suspeito de ter estuprado e engravidado a enteada de 10 anos no município da Região Metropolitana do estado. A menina teve o filho no dia 30 de dezembro do ano passado, quando começaram as investigações.

De acordo com o delegado José Pedro Costa da Silva, titular da 48ª DP, quando a criança teve o bebê, a equipe de assistência social do Hospital Maternidade de Seropédica, onde foi feito o parto, acionou a polícia. Desde o início das investigações, a menina dizia que o pai do filho era um menino com quem teria tido relações sexuais em julho, na casa da avó paterna.

“Mas a versão dela se mostrou improvável, tendo em vista que, se assim fosse, o bebê teria nascido com 32 semanas. Se a concepção realmente fosse em julho, seria pouco provável a criança ter nascido com vida aos cinco meses de gestação”, destaca Silva.

Ainda segundo o delegado, a mãe da criança confirmou a versão da filha. Os policiais, então, desconfiaram que as duas estavam tentando proteger alguém, recaindo a suspeita sobre o padrasto e o avô.”Percebemos ali que certamente existia um laço de afinidade entre a menina e o abusador”, conta o delegado. “Apesar da suspeita de um possível crime ter recaído também sobre o avô, observamos que os traços fisionômicos do recém-nascido tinham semelhanças com o padrasto, que negou com veemência ter praticado violência sexual contra a enteada”.

COMPROVAÇÃO POR DNA

Foi feito, então, um exame de DNA com material colhido do padrasto e o avô da menina para a comprovação da relação sexual. A análise foi feita pelo Instituto de Pesquisa e Perícias em Genética Forense (IPPGF), que mostrou que o pai do bebê é o padrasto.

“Diante dessa evidência, sendo prova técnica incontestável, pedimos a prisão dele. O pedido foi aceito e ele vai responder pelo crime de estupro de vulnerável, podendo ser condenado a 15 anos de prisão, independentemente se a relação sexual tiver tido o consentimento da menina”, reforça Silva.

O delegado acrescenta que a enteada e sua mãe ficaram revoltadas com a prisão do homem. Foi então, que a polícia percebeu que ele exerce uma enorme influência entre as duas.

“As investigações seguem para apurar a possível omissão da mãe da menina ao perceber o relacionamento sexual entre o companheiro e a filha de 10 anos”, Silva avisa.

Fonte: Meia Hora

Attention Required! | Cloudflare

Sorry, you have been blocked

You are unable to access jornalpovo.com.br

Why have I been blocked?

This website is using a security service to protect itself from online attacks. The action you just performed triggered the security solution. There are several actions that could trigger this block including submitting a certain word or phrase, a SQL command or malformed data.

What can I do to resolve this?

You can email the site owner to let them know you were blocked. Please include what you were doing when this page came up and the Cloudflare Ray ID found at the bottom of this page.