Engenheira do Rio cria pia móvel para que sem-teto e trabalhadores possam lavar as mãos na rua

Uma engenheira de produção do Rio criou uma pia portátil para que sem-teto e trabalhadores possam lavar as mãos e evitar o contágio do novo coronavírus.

A “pia do bem” de Ana Paula Rios chamou a atenção do jogador Marcelo, do Real Madrid e da Seleção. O lateral apadrinhou o projeto e vai custear a instalação de cem unidades.

A pia-piloto foi colocada na Avenida Presidente Vargas, junto ao número 509, no Centro do Rio.

A estrutura, feita de madeirite, consiste em dois módulos onde são colocados baldes — um com água limpa, outro com a água usada. Na lateral há papel-toalha e um recipiente com detergente.

Ana Paula explica que um mapeamento de locais com maior incidência de sem teto será feito para definir em quais locais as pias ficarão.

A engenheira calcula que, se a houver reposição de água ao menos três vezes por dia, a pia poderá render no fim de um mês 4,5 mil lavagens. “Qualquer pessoa pode abastecer, é só trazer uma garrafinha”, diz.

Fonte: G1

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by