Com isolamento, lixo recolhido das praias do Rio cai 91% durante a semana

Com muita gente em casa, a quantidade de lixo recolhida nas praias do Rio caiu drasticamente. Atualmente, a queda em dias de semana é de 91%. De acordo com a Comlurb, a empresa de limpeza urbana da capital fluminense costumava recolher 120 toneladas de detritos das areias de segunda a sexta-feira durante o verão e 341 toneladas nos fins de semana, sendo 146 aos sábados e 195 aos domingos.

Agora, estes números foram reduzidos para 10 toneladas em toda a orla em dias de semana e 15 toneladas nos fins de semana, segundo dados da companhia.

O lixo retirado nas praias durante o período de isolamento social se refere, principalmente, a detritos trazidos pela maré e gigogas.

Com a redução do lixo, parte dos profissionais que trabalhavam no recolhimento do lixo das areias acabou sendo transferida para outras atividades. Já os garis com mais de 60 anos ou que fazem parte de grupos de risco definidos pelo Ministério da Saúde foram afastados das funções.

A circulação das praias é uma das atividades suspensas definidas em um decreto do governador Wilson Witzel como medida para evitar aglomerações e a propagação do vírus da Covid-19 no Rio.

Deceto determinou que, a partir de 19 de março, praias do estado do Rio não poderiam ser frequentadas  — Foto: Reprodução
Deceto determinou que, a partir de 19 de março, praias do estado do Rio não poderiam ser frequentadas — Foto: Reprodução
Coleta de lixo nas praias do Rio teve redução após a pandemia — Foto: Matheus Rodrigues/G1 Rio
Coleta de lixo nas praias do Rio teve redução após a pandemia — Foto: Matheus Rodrigues/G1 Rio

Menos pressão de gases

De acordo com o oceanógrafo David Zee, professor da Uerj, a redução da produção de gases por indústrias e automóveis, com a restrição das atividades, pode ser observada no meio ambiente e nos oceanos, mesmo em algumas semanas.

“O oceano presta um serviço ambiental muito importante, pois é o sumidouro dos gases do efeito estufa, pois grande parte destes gases são absorvidos pelo mar”, explicou Zee.

Com a diminuição da circulação de veículos, menos detritos são levados para as águas.

“Quando a chuva vem, ela leva menos poluentes químicos para os corpos hídricos, como canais, rios e praias”, destacou o oceanógrafo.

Lixo público

A quantidade do chamado lixo público, recolhido nas ruas, também diminuiu, segundo números da Comlurb. Porém, a redução foi mais expressiva aos fins de semana. No domingo de 19 abril, foi registrada uma queda de 24% em relação ao domingo do dia 8 de março, antes das medidas de distanciamento social.

A redução durante a semana foi menor. Entre os dias 12 e 18 de abril houve uma queda de 9% em relação à média das ultimas duas semanas anteriores à pandemia, de 1° a 14 de março.

Fonte: G1

Facebook Comments

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by