Em nota oficial, Vasco confirma demissões: “Clube precisou readequar quadro de colaboradores”

Em nota oficial publicada no início da noite desta segunda-feira, o Vasco anunciou que demitiu funcionários em função dos impactos econômicos causados pela pandemia do novo coronavírus. Mais de 50 colaboradores foram desligados.

Vale lembrar que no último dia 29 de abril, o Vasco já havia suspendido contratos de parte de seus funcionários apoiado na Medida Provisória Nº 936, publicada em 1º de abril de 2020. Com esse movimento, os colaboradores afetados tiveram seus vínculos suspensos entre maio e julho.

No texto publicado nesta segunda-feira, o Vasco afirma que o desligamento dos funcionários se deu no sentido de “assegurar a sobrevivência do clube”. Na nota, o clube explica o que negociou com o grupo que foi demitido nesta segunda-feira e aponta seus motivos para a “tomada de medidas mais duras”.

Os rivais Flamengo e Botafogo também desligaram colaboradores nas últimas semanas.

Confira nota abaixo:

“O Club de Regatas Vasco da Gama comunica que, em face dos desafios econômicos agravados com a crise do novo coronavírus, precisou readequar o seu quadro de colaboradores.

Em um primeiro momento, no intuito de salvaguardar empregos, a Diretoria Administrativa optou por reduzir os vencimentos de alguns funcionários e suspender temporariamente o contrato de trabalho de outros, com base na Medida Provisória 936/2020, publicada no dia 1/04/2020. Lamentavelmente, diante das circunstâncias, foi preciso tomar medidas mais duras.

Aos funcionários desligados nesta segunda-feira (11/05), foi oferecido, sem exceção, um acordo para parcelamento de débitos em atraso, com pagamento da primeira parcela no ato. Também pelo acordo, fica estipulado que o Clube terá de arcar com multa de 50% em caso de inadimplência do pagamento da parcela, devendo haver uma tolerância de 30 (trinta) dias após o vencimento para aplicação da multa. O SINDICATO DOS EMPREGADOS EM CLUBES, FEDERAÇÕES E CONFEDERAÇÕES ESPORTIVAS E ATLETAS PROFISSIONAIS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO acompanhou todo o processo.

A decisão da Diretoria Administrativa foi tomada considerando as implicações orçamentárias com a crescente queda de receitas, aliada ao cenário extremamente desafiador dos próximos meses em todos os âmbitos. Tais medidas não seriam adotadas não fossem no intuito de assegurar a sobrevivência financeira do Clube.

O Club de Regatas Vasco da Gama agradece aos funcionários ora desligados pelo profissionalismo e dedicação durante o período em que estiveram a serviço da instituição.

À Diretoria Administrativa”

Banner Vasco — Foto: Divulgação

Fonte: GloboEsporte

Facebook Comments

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by