Sindicato Metalúrgico reúne Associação de Empregados e CTB para a defesa da Nuclep

Rio – Empresa estratégica para a soberania nacional, a Nuclep está na mira da privatização ou até mesmo de extinção pelo governo Bolsonaro. O Sindicato dos Metalúrgicos do Rio reuniu em sua sede nesta quarta-feira, dia 20, a Associação de Empregados da Nuclep e a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) para definir estratégias para defender a empresa pública.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e pessoas em pé

A Nuclep atua no setor nuclear, petróleo, gás e mineração, operando com caldeiraria mecânica pesada. A empresa é responsável por construir submarinos para a Marinha do Brasil, inclusive o primeiro com propulsão nuclear.

Na reunião entre os representantes das três entidades, ficou definido a importância de se tomar medidas políticas e jurídicas para impedir esse crime contra uma empresa estratégica para a soberania brasileira, tão importante para o Brasil, o Estado do Rio e para a cidade de Itaguaí, onde está instalada e gera empregos na região.

As entidades pretendem unir forças com uma frente parlamentar em defesa da Nuclep, reunir as demais centrais sindicais e unificar a luta em defesa das estatais que também correm o risco de privatização no governo Bolsonaro.

As entidades avaliam que privatizar ou extinguir a Nuclep é um atentado contra a soberania nacional, por ser uma empresa estratégica, com funcionários preparados, que desempenham uma função importante para o país. E que por isso não se pode aceitar que toda a tecnologia da empresa, seu conhecimento e experiência caiam nas mãos de empresas estrangeiras ou mesmo que seja perdida ao longo do tempo.

Fonte: Sindimetal-Rio

Facebook Comments

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by