Fluminense entra com ação no TJD-RJ para não jogar segunda-feira pelo Campeonato Carioca

Conforme anunciou na terça-feira, o Fluminense moveu uma ação nesta quinta no Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ). Diante do quadro da pandemia do coronavírus no Estado e convicto de não jogar na segunda-feira contra o Volta Redonda, como marcado pela Ferj no reinício do Campeonato Carioca, o clube entrou com um pedido de liminar para não ser punido por W.O. e para remarcar suas partidas do dia 22 e 25 de junho para 1º e 4 de julho.

Na noite desta quinta, o Fluminense confirmou a informação em nota oficial:

“O Fluminense Football Club entrou com uma ação no Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ) pleiteando voltar a jogar apenas no mês de julho. A intenção é que seus jogadores tenham o mínimo de tempo para se condicionarem fisicamente, evitando possíveis lesões, naturais em um retorno após tanto tempo sem atividades em campo, e que neste tempo até julho ainda ocorra um controle maior da pandemia”.


Aliado do Fluminense contra a volta imediata do Estadual, o Botafogo também tomou o mesmo caminho. Além disso, a própria Procuradoria do tribunal entrou com uma medida inominada também, mas para confirmar a tabela. O presidente do TJD-RJ, Marcelo Jucá, determinou o processamento em conjunto das três ações já está analisando sobre a concessão das liminares pedidas.

Após o arbitral que definiu o retorno do Campeonato Carioca para esta semana, o presidente tricolor, Mário Bittencourt, já havia avisado que buscaria as medidas legais na Justiça para não entrar em campo. Na última quarta-feira, o prefeito do Rio, Marcelo Crivella, pediu para a Ferj não punir tanto Fluminense quanto Botafogo com W.O. e sugeriu que os clubes possam jogar somente em julho.

Se Botafogo e Fluminense não entrarem em campo com os jogos marcados, a dupla corre o risco também de a atitude ser considerada como abandono do torneio. Nesse caso, o regulamento geral de competições da Ferj em 2020 prevê severas punições. O artigo 9º §2º diz:

“A associação que pelo descumprimento do disposto no caput, desistir ou abandonar o campeonato estadual da categoria de profissionais será penalizada com multa e rebaixamento para a categoria, divisão ou série imediatamente inferior, no ano seguinte, em se tratando das Séries A e B, ou ficará impedida de participar no ano seguinte, em se tratando de associações da Série C”.

Regulamento geral do Carioca prevê até rebaixamento em caso de abandono — Foto: Reprodução
Regulamento geral do Carioca prevê até rebaixamento em caso de abandono — Foto: Reprodução

Faltando duas rodadas para o fim da fase de grupos da Taça Rio, o Botafogo e Fluminense mantém chances de classificação para a semifinal. O Alvinegro é o quarto colocado do Grupo A com quatro pontos, empatado com o Bangu, em terceiro, e dois atrás do Boavista, em segundo, posição que vale a última vaga da chave. Por sua vez, o Fluminense lidera o Grupo B com nove pontos, mas ainda não está matematicamente garantido porque o Volta Redonda, terceiro lugar com quatro pontos, pode chegar a 10 e ainda enfrenta os tricolores.

O Fluminense também pode carimbar uma vaga direto para a final do Estadual através de melhor campanha geral, posto que ocupa atualmente com 24 pontos, dois a mais que o Flamengo. Mas para isso, o rival e concorrente direto, que venceu a Taça Guanabara, precisaria conquistar também a Taça Rio. Caso outro clube ganhe o returno, ele é quem fará a grande decisão com o Rubro-Negro.

SEJA SÓCIO! QUEM FAZ O FLUMINENSE MAIS FORTE É VOCÊ

Fonte: GloboEsporte

Facebook Comments

Open chat
Anuncie AQUI! >>>
Olá!
Gostaria de anunciar sua marca aqui?
Powered by